CURIOSIDADES

Vencemos na Evolução? O mundo inteiro vai ter ‘cara de brasileiro’ no futuro

Author

Prepare-se, mundo. No futuro, você parecerá com ele, o próprio, O BRASILEIRO. Alguém que faz isso:

Vencemos na Evolução? O mundo inteiro vai ter ‘cara de brasileiro’ no futuro

E isso:

Vencemos na Evolução? O mundo inteiro vai ter ‘cara de brasileiro’ no futuro

Não sou eu quem está falando, mas especialistas em Evolução. De acordo com biólogos ouvidos pela Business Insider, a tendência é de que a imigração e a consequente miscigenação façam com que traços específicos de países europeus, como olhos claros e cabelos loiros e ruivos, fiquem cada vez mais raros.

Você se lembra das aulas de genética da escola? Características raras, como os olhos claros, demandam que o pai e a mãe da criança tenham aquele gene recessivo (sim, aquela história de Aa) e, ainda assim, não há garantia de que o filho nasça com o olhão azul (aa).

Com o crescimento da imigração de pessoas nascidas na Ásia, na África e na América Latina para a Europa, a América do Norte e a Oceania, os nossos genes dominantes (cabelos e olhos castanhos) devem “vencer” cada vez mais os recessivos (como cabelos ruivos).

Segundo um estudo do especialista Mark Grant, feito em 2002, apenas 1 de 6 norte-americanos não-hispânicos possui olhos azuis, mais do que metade da média de 100 anos atrás. É bom lembrar que 100 anos na escala evolutiva equivale basicamente a um minuto. Ou seja, é uma mudança assustadoramente rápida.

Quanto mais o mundo se integra, menor a chance de as pessoas terem filhos com gente de genética parecida. E uma população resultante da miscigenação de africanos, índios e europeus é… SIM, A SOCIEDADE BRASILEIRA.

Claro, nem todos os brasileiros têm cabelos e olhos escuros. Mas, pense, quantas pessoas de olhos azuis ou verdes daqui você conheceu (se você mora no Sul, não vale)? E ruivos? Você já viu um ruivo (de verdade, não sua amiga roqueira que pintou o cabelo de vermelho) na vida? Agora pense que o mundo inteiro será assim.

Estamos brincando aqui, mas isso pode ser não exatamente uma boa notícia. Quanto maior a diversidade da nossa espécie, melhores somos. Será que essa mudança vai mudar a maneira com que enxergamos as raças (e o racismo)? Nossos netos saberão a resposta.

#população #raça #race #brasil #brazil #population #immigration