MÚSICA

Björk fala de experiência com abuso sexual no Facebook

Author
Björk fala de experiência com abuso sexual no Facebook

Björk foi ao Facebook hoje para contar sobre uma experiência de abuso sexual que sofreu com um cineasta cujo nome não é citado. "Eu fui inspirada pelas mulheres de todos os lugares que estão levantando a voz na internet para falar sobre a minha experiência com um diretor dinamarquês", escreveu a cantora.

"Estava extremamente claro para mim que quando eu decidi entrar na profissão de atriz, a minha humilhação e meu papel como um ser sexualmente abusado era a norma e algo definido pelo diretor e seu staff de dezenas de pessoas que permitiram e encorajaram isso. Quando eu recusava alguma coisa, ele ficava mal humorado e me punia, criando assim para a sua equipe uma teia impressionante de ilusão, onde eu era tratada como a difícil". A islandesa termina o post de maneira esperançosa, dizendo que há "uma onda de mudança no mundo".

Veja o post completo (em inglês) aqui:

Björk não fez muitos trabalhos como atriz (além das aparições em seus próprios clipes). Em 2000, ela estrelou o filme Dançando no Escuro, do diretor dinamarquês Lars von Trier. Na época do lançamento do longa, surgiram várias notícias de brigas constantes entre Björk e von Trier. A islandesa também trabalhou com os diretores Robert Altman, Nietzchka Keene, e Kristín Jóhannesdóttir.