MÚSICA

Finalmente temos um tributo ao Latino na internet

Author
Finalmente temos um tributo ao Latino na internet

(Imagem: Divulgação)

O canal O Brasil Que Deu Certo lançou hoje aquele que é possivelmente o único tributo ao cantor Latino na internet.

A homenagem chega a tempo do aniversário do ícone, que completará 45 anos no dia 2 de fevereiro.

Roberto de Souza Rocha, nome de batismo do cantor, é uma verdadeira lenda da cultura pop brasileira e certamente merecia algo do tipo, afinal são várias fases em uma carreira de mais de 20 anos recheada de sucessos.

Funk melody

A importância de Latino para o funk melody, vertente do funk que era a mais popular da década de 90, é fundamental. O cantor apareceu na mídia com hits, como "Me Leva", "Só Você" e "Não Adianta Chorar", num estilo mais romântico, que era a cara do funk melody, bem diferente da persona mais "festeira" de hoje em dia. Nas músicas de Marcas de Amor, disco de 1994, Latino declamava para a gatinha "me leva que o futuro nos espera" e "eu, que te amava tanto, fiz tantos planos, fui enganado por um falso amor". O figurino lembrava algo de Michael Jackson e as coreografias o cantor tinha aprendido nos Estados Unidos, onde passou parte da adolescência. Neste mesmo disco, Latino também mostrava todo o seu romantismo na canção "Cadeira de Rodas", clássico do brega, no qual ele declarava seu amor por uma cadeirante.

O disco seguinte, Aventureiro, trazia o hit "Te Namorar", que veio acompanhado de um clipe espetacular, onde Latino aparecia com um visual incrível, com um mullet estilo "rat tail" (aquele com o rabinho atrás), dançando na frente de uma bandeira dos Estados Unidos.

Ainda nos anos 90, Latino emplacou "Vitrine", com o refrão "tchurururu jogou seu charme em mim, tchurururu não resisti, tô afim". Infelizmente o funk melody ficou naquela década, mas o gênero é até hoje lembrado com muito carinho por conta de hits de Claudinho e Buchecha, Márcio e Goró, Mister Mu, You Can Dance, entre muitos outros.

Rei das versões

A década seguinte continuou sendo generosa com o cantor. Em 2004, Latino lançou "Festa no Apê", versão do hit internacional "Dragonstea Din Tei", um dos maiores sucessos de sua longa carreira. Não havia uma pessoa naquele ano que não soubesse cantar o refrão da música.

A partir daí, Latino meio que se tornou o rei das versões e gravou "Danza Kuduro" (o inesquecível "oi oi oi") e "Despedida de Solteiro (Laçar, Puxar, Beijar", uma versão de "Gangnam Style", do coreano Psy, mas que não foi bem recebida. A conta no YouTube do cantor foi fechada e o vídeo teve mais de 100 mil "dislikes".

Ainda na década de 2000, Latino também protagonizou um momento muito bizarro depois de terminar com Kelly Key, com quem foi casado entre 1997 e 2002. O cantor se trancou no freezer da própria mãe para "que o tempo passasse mais rápido". "Apelei para terapia e macumba. Todo fim de semana, eu enchia a cara para tentar esquecer. Um dia, me tranquei no freezer horizontal que minha mãe tinha em casa, querendo me congelar para o tempo passar rápido", disse em entrevista.

O último momento marcante que ele nos proporcionou foi ano passado, quando o seu macaco de estimação, Twelves, fugiu. Desesperado, Latino chegou a gravar um vídeo chorando pedindo pela volta do pet. Felizmente tudo acabou bem.

Justiça seja feita, precisamos de mais Latino, o único homem que pode lançar um disco chamado Vamos Bebemorar. Feliz aniversário, rei!