MÚSICA

Quais foram os grandes momentos do Grammy 2018

Author

Quais foram os grandes momentos do Grammy 2018

(Imagem: Reprodução)

A maior noite da música do ano, o Grammy, aconteceu neste domingo, trazendo momentos marcantes, como sempre. Listamos alguns que nos fizeram rir, chorar e refletir na mais recente edição da cerimônia.

  • O show de Kendrick Lamar abrindo o Grammy

Kendrick Lamar abriu o Grammy da melhor maneira possível, fazendo um show espetacular que contou com participações do U2 e do comediante Dave Chappelle:

  • Os artista lendo o livro sobre o primeiro ano de Donald Trump na Casa Branca

São tempos turbulentos nos Estados Unidos e no mundo e o Grammy, como a maior parte das premiações acontecendo este ano, foi bem político, mesmo nas partes mais "cômicas". Em um dos segmentos, o Grammy colocou artistas e celebridades lendo trechos do livro Fire and Fury, de Michael Wolff, sobre o primeiro ano de Trump na Casa Branca. DJ Khaled, Snoop Dogg, John Legend e Hillary Clinton aparecem no vídeo. Em certo momento, Cardi B pergunta: "Por que estou lendo essa merda? É realmente assim que ele vive sua vida?".

  • O show de Kesha

A cantora cantou a canção indicada ao Grammy, "Praying", ao lado de mulheres como Cyndi Lauper, Julia Michaels, Bebe Rexha, Camila Cabello e Andra Day. Kesha se emocionou e terminou a apresentação chorando. Veja um trecho:

  • O gif de Blue Ivy pedindo calma para Jay-Z e Beyoncé

O que dizer desse baita momento?

  • O discurso de Camila Cabello

Os tempos são difíceis também para os imigrantes nos Estados Unidos. Camila Cabello, dona de um dos maiores hits de 2017, "Havana", fez um belíssimo discurso antes de apresentar o show do U2. "Meus pais me trouxeram a este país com nada nos bolsos, além de esperança. Eles me mostraram o que significa trabalhar o dobro e nunca desistir. E honestamente nenhuma parte da minha jornada é diferente da deles. Eu sou orgulhosamente uma imigrante cubana-mexicana, nascida no leste de Havana, de pé e de frente para vocês no palco do Grammy em Nova York. E tudo o que eu sei é que assim como os sonhos, essas crianças não podem ser esquecidas e vale a pena lutarmos por elas". Veja o vídeo:

  • Bruno Mars vencendo tudo

Tudo bem, talvez este momento não tenha sido tão legal, principalmente para aqueles que não curtem um artista monopolizando todos os prêmios. Além disso, precisamos admitir que 2017 será muito mais lembrado por conta de "Despacito" do que por "That´s What I Like". De qualquer jeito, foi um ano abençoado para Bruno Mars, que venceu em todas as categorias que concorria: Disco do Ano, Música do Ano, Gravação do Ano, Performance R&B, Música R&B e Álbum R&B.

Alguns dos principais vencedores em negrito:

Álbum do ano

  • "Awaken, My Love!" — Childish Gambino
  • "4:44" — JAY-Z
  • "DAMN." — Kendrick Lamar
  • "Melodrama" — Lorde
  • "24K Magic" — Bruno Mars

Gravação do ano

  • “Redbone” — Childish Gambino
  • “Despacito (Remix)” — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber
  • “The Story of O.J.” — JAY-Z
  • “HUMBLE.” — Kendrick Lamar
  • “24K Magic” — Bruno Mars

Música do ano

  • “Despacito (Remix)” — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber
  • “4:44” — JAY-Z
  • “Issues” — Julia Michaels
  • “1-800-273-8255” — Logic feat. Alessia Cara & Khalid
  • “That’s What I Like” — Bruno Mars

Álbum de Rap

  • "4:44" – Jay-Z
  • "Damn" – Kendrick Lamar
  • "Culture" – Migos
  • "Laila's Wisdom" – Rapsody
  • "Flower Boy" – Tyler, the Creator

Revelação

  • Alessia Cara
  • Khalid
  • Lil Uzi Vert
  • Julia Michaels
  • SZA

Performance solo de pop

  • "Love So Soft", Kelly Clarkson
  • "Praying", Kesha
  • "Million Reasons", Lady Gaga
  • "What About Us", P!nk
  • "Shape Of You", Ed Sheeran

Álbum de pop com vocal

  • "Kaleidoscope EP", Coldplay
  • "Lust For Life", Lana Del Rey
  • "Evolve", Imagine Dragons
  • "Rainbow", Kesha
  • "Joanne", Lady Gaga
  • "Divide", Ed Sheeran

Álbum de rock

  • "Emperor of Sand", Mastodon
  • "Hardwired ... to Self-Destruct", Metallica
  • "The Stories We Tell Ourselves", Nothing More
  • "Villains", Queens of the Stone Age
  • "A Deeper Understanding", The War on Drugs

Colaboração em rap

  • "Prblms" – 6lack
  • "Crew" – GoldLink featuring Brent Faiyaz & Shy Glizzy
  • "Family Feud" – Jay-Z featuring Beyoncé
  • "Loyalty" – Kendrick Lamar featuring Rihanna
  • "Love Galore" – SZA featuring Travis Scott

Canção de rap

  • "Humble" - Kendrick Lamar
  • "Bodak Yellow" - Cardi B
  • "Chase Me" - Danger Mouse, Run The Jewels & Big Boi)
  • "Sassy" - Rapsody
  • "The Story of O.J." - Jay-Z

Performance de rap

  • "Humble" – Kendrick Lamar
  • "Bounce Back" – Big Sean
  • "Bodak Yellow" – Cardi B
  • "4:44" – Jay-Z
  • "Bad and Boujee" – Migos featuring Lil Uzi Vert

Performance de duo ou grupo

  • "Feel It Still" – Portugal. The Man
  • "Something Just like This" – The Chainsmokers and Coldplay
  • "Despacito" – Luis Fonsi and Daddy Yankee featuring Justin Bieber
  • "Thunder" – Imagine Dragons
  • "Stay" – Zedd and Alessia Cara