MÚSICA

Relembre os shows mais marcantes da história do Super Bowl

Author
Relembre os shows mais marcantes da história do Super Bowl

(Reprodução)

Acontece hoje mais uma edição do Super Bowl. Aparentemente a apresentação do cantor Justin Timberlake não contará com N*SYNC nem com Janet Jackson, mas o cantor já criou polêmica quando foi anunciado que um holograma de Prince fará parte do show. Vamos aguardar.

Enquanto isso, relembre os shows mais marcantes da história do Super Bowl:

Michael Jackson - 1993

O criador da música pop como a conhecemos atualmente, também foi o responsável por "iventar" o show de intervalo do Super Bowl nos moldes atuais: uma superprodução com um artista gigante tocando versões mais curtas de seus grandes sucessos. Não existe até hoje uma apresentação no Super Bowl mais histórica que a de Michael Jackson.

KISS - 1999

Uma das maiores instituições americanas tocando no evento mais americano de todos. A combinação KISS + Superbowl é praticamente tão perfeita quanto feijão com arroz. A única coisa é que esse show rolou antes do jogo, pois a apresentação do intervalo daquele ano ficou a cargo de Chaka Khan, Gloria Estefan e Stevie Wonder. A partir de então resolveram deixar todas as atrações para o meio da partida mesmo.

Aerosmith, N*Sync, Britney Spears - 2001

Uma combinação improvável, mas que deu muito certo. O Aerosmith estourado na época com "I Don´t Wanna Miss a Thing" e as maiores sensações teens do fim dos anos 90 e começo dos 2000 se revezando no palco foi algo único. O elenco estrelar ainda contou com Mary J. Blidge e Nelly, além dos atores Ben Stiller e Adam Sandler fazendo graça.

U2 - 2002

O U2 foi o responsável por fazer o show em homenagem ao onze de setembro. A escolha foi apropriada, uma vez que a banda, apesar de irlandesa, é muito querida pelos americanos, sempre foi famosa pelas mensagens políticas e estava em alta com "Beautiful Day".

Janet Jackson - 2004

O show mais polêmico da história do Super Bowl por conta do episódio que ficou conhecido como "nipplegate", no qual o seio de Janet Jackson foi "exposto" por Justin Timberlake durante meio segundo, ficou marcado por ter mudado várias regras das transmissões ao vivo (a partir de então nada mais foi 100% ao vivo, mas com um pequeno delay de alguns segundos para fazer possíveis cortes nas transmissões). A carreira da cantora infelizmente também nunca foi a mesma.

Tom Petty & The Heartbreakers - 2008

Falecido no ano passado, Tom Petty também deixou uma apresentação inesquecível para a história do Super Bowl, tocando seus hits "American Girl" e "Free Fallin´".

Bruce Springsteen - 2009

Bruce Springsteen é conhecido por ser um dos maiores artistas ao vivo e a sua apresentação de 2009 no Super Bowl não deixou a desejar.

The Who - 2010

É uma apresentação histórica simplesmente por ser o The Who. Sorte do Super Bowl que pôde ouvir "Baby O´Riley" ao vivo.

Beyoncé e Destiny´s Child - 2013

A melhor apresentação do Super Bowl dessa década foi a de Beyoncé. Deixando todo o "tiro" e "lacre" de lado, temos um show musicalmente perfeito, que ainda contou com a participação do antigo grupo da cantora, o Destiny´s Child.