TV

Amaury Jr estreia na Band após filme com "cenas indecentes"

Author

Após mais de uma década prestando serviços para a RedeTV, Amaury Jr mudou de emissora e voltou para a Band. Conhecido por atrair um público requintado na televisão, a Band escolheu o pior filme possível para recepcionar o novo apresentador.

Amaury Jr estreia na Band após filme com "cenas indecentes"

(Reprodução/Band)

Para seu programa de estreia na Band, Amaury Jr reuniu um timaço de entrevistados. Só para ter uma ideia, o apresentador contou com a presença do presidente Michel Temer e do praticamente-inacessível Roberto Carlos em papos teoricamente bem descontraídos. O problema foi o filme que a Band escolheu para fazer sala ao público do apresentador.

A emissora do Morumbi havia agendado a exibição de "O Virgem de 41 Anos" ("The 41-Year-Old Virgin Who Knocked Up Sarah Marshall and Felt Superbad About It" no original), um filme de comédia/paródia que faz referência ao já clássico e eternamente reprisado "O Virgem de 40 anos". Mas ao contrário do filme de Steve Carrel, a tal paródia exibida pela Band é conhecida por ter cenas extremamente fortes e bem explícitas. Nem Emanuelle chegava a esse nível!

Em uma das cenas exibidas pelo filme durante a madrugada, vimos claramente o manuseio de um consolo sexual por uma pessoa. Pouco antes de Amaury jr aparecer na TV, o público que estava acompanhando o filme viu o tal virgem de 41 anos perdendo a virgindade em uma cena grotesca: o homem "entrava no clímax" de seu ato sexual e esguichava uma quantidade monstruosa de sêmen, o bastante para arremessar a mulher para fora do quarto e atingir o vizinho com o "líquido".

A cena foi até mostrada no Twitter por pessoas que esperavam Amaury Jr e estavam meio chocadas com a escolha do filme (veja por sua conta e risco):

Embora o filme tenha sido exibido em um horário que teoricamente permite esse tipo de coisa, chega a ser bizarro que a Band tenha escolhido justamente essa película para recepcionar a estreia de Amaury Jr. A melhor coisa que podemos pensar é justamente o que esse usuário do Twitter comentou sobre o episódio: