TV

Especial do Temer no SBT escolheu a pior hora para ir ao ar

Author

Há alguns meses, as relações entre Silvio Santos e Michel Temer se estreitaram e, como sinal de amizade, o patrão encomendou um SBT Repórter especial para falar sobre os feitos de Temer nesses dois anos de Governo. Infelizmente o SBT não poderia ter escolhido PIOR uma data de exibição.

Especial do Temer no SBT escolheu a pior hora para ir ao ar

Michel Temer não é exatamente a pessoa mais carismática do mundo, sendo mais rejeitado pelo público do que articuladores de votos de BBB, então ele tomou como tarefa pessoal atrelar sua imagem a de alguém carismático. Como nenhuma outra pessoa se prestou a isso, Michelzinho viu em Silvio Santos um ombro amigo e um porto seguro. O dono do SBT não é muito de politicagem, mas abriu o palco do seu programa para receber o presidente durante a campanha de divulgação da reforma da previdência. Foram longos minutos com Temer explicando a reforma (que acabou indo pro telhado) sem ser interrompido pelas tradicionais brincadeiras de Silvio Santos. Foi praticamente um pronunciamento oficial, com a presença de Silvio.

Desde então, o jornalismo do SBT passou a tratar Temer como se pisasse em ovos. Dando uma de Poliana, aquela que enxerga tudo de bom através do Jogo do Contente, a equipe de jornalismo passou a mostrar as coisas boas do governo do presidente, não importando o quão difícil era fazer essas manobras argumentativas.

Pois bem, como parte do puxa-saquismo oficial do presidente, alguém (eu chutaria o Silvio) ordenou um SBT Repórter especial para falar sobre os feitos de Michel Temer nesses dois anos após o impeachment da presidenta Dilma. Até mencionaram as denúncias de corrupção, áudios comprometedores vazados etc, mas o principal objetivo do especial do SBT apresentado por Carlos Nascimento foi exaltar as mudanças positivas de Temer.

"Em maio de 2016 o poder mudou de mãos no Brasil. Com o impeachment de Dilma Rousseff, Michel Temer se tornou presidente da República. Herdou o país em recessão, com inflação alta e desemprego recorde. Em maio de 2018, a economia que mostrava desempenho negativo voltou a crescer. A inflação e os juros desabaram, e foram feitas duas reformas importantes: a trabalhista e a do Ensino Médio." (Carlos Nascimento no começo do programa especial)

Porém, a ideia de um especial para levantar a moral de Temer desceu pelo ralo por causa dos atuais acontecimentos políticos. Como o leitor deve saber, estamos passando por uma longa greve de caminhoneiros que comprometeu saúde, alimentação, combustível e até mesmo o ânimo do brasileiro de esperar pela Copa do Mundo. A imagem do Temer está frágil como nunca, afinal nem mesmo o governo cedendo nos pedidos dos caminhoneiros fez com que a situação revertesse. Ele está mais desaplaudido que eliminado na primeira semana de "A Fazenda".

A exibição de um especial sobre Temer, ainda mais um programa dedicado a mostrar o lado bom do presidente, acabou dando um sentido irônico ao personagem da matéria. Acabou saindo pior para o homem e ainda prejudicou um pouco a imagem do jornalismo do SBT.

Com o fim do "Sai de Baixo", faltava algo desse nível que fizesse o público brasileiro dar gostosas risadas no final de domingo.