TV

Ninguém fala das séries do SBT, mas elas estão fazendo sucesso entre os mais novos

Author

Caso eu pergunte se você leitor gosta de séries, a chance é muito alta de me falar que sim. Estamos numa época na qual a Netflix domina nossos tempos de ócio e que "Game of Thrones" pauta nossas conversas de bar. O brasileiro médio abraçou séries de uma forma impressionante, e até mesmo a Globo tem conseguido certo destaque com dramas como "Carcereiros" e "Sob Pressão". Mas você conhece os seriados do SBT? Pelo menos SABIA que o SBT faz séries? Você já ouviu falar da Garota da Moto?

A Garota da Moto (Divulgação/SBT)
A Garota da Moto (Divulgação/SBT)

Acredite ou não, o SBT tem apostado em séries brasileiras há alguns anos. Ok, a emissora do Silvio Santos não consegue manter uma frequência digna de uma Globo, mas tem conseguido muitos resultados interessantes. Em 2016, por exemplo, o canal exibiu a série "A Garota da Moto" no horário nobre e conseguiu índices até impressionantes de audiência! Pra se ter uma ideia, o seriado sobre... bem... uma garota que anda de moto... chegou a estrear com 10 pontos de média e terminou na faixa dos 14 pontos. Como comparação, isso é bem mais que a audiência das novelas bíblicas da Record e que alguns seriados exibidos pela Globo (como "Brasil à Bordo").

Do ponto de vista técnico, é quase um milagre essa série chamar a atenção: os cenários são bem humildes, não tem aquele filtro que a Globo e a Record colocam em séries para deixar tudo escuro e os diálogos são bem basicões... mas funciona. A série teve muita repercussão inclusive para o público infantil, que já estava sintonizado no SBT por causa de "Chiquititas" e continuou por lá mesmo acompanhando as aventuras de Joana (Chris Ubach). O maior mérito de "A Garota da Moto" é sua trama simples, mas ainda assim envolvente. A série tem uma mocinha bem definida, uma vilã bem definida e uma história que cativou o público. Como o pessoal já estava por lá, foi um sucesso.

Por isso não foi surpresa alguma quando saiu a notícia de que o SBT vai investir ainda mais pesado nessa área, e com foco no público mais novo. Para esse ano de 2018 o canal promete a segunda temporada de "A Garota da Moto" e uma série inédita, feita em parceria com a Disney, chamada "Z4". Essa é um caso à parte.

O tal do Rezende Evil (Reprodução)
O tal do Rezende Evil (Reprodução)

Talvez percebendo o sucesso que foi "A Garota da Moto" com o público mais jovem, o SBT tirou o escorpião do bolso e planejou uma série realmente voltada a esse público. "Z4" é praticamente uma extensão das novelas infantis do canal, um puxadinho temático. Nela iremos acompanhar a vida de uma boyband que -olha só que surpresa- deve lançar também discos no mundo real.

Para conseguir dialogar ainda mais com esse público que, atualmente, só sabe ver vídeo de digital influencer colocando pó de gelatina na caixa d'água do vizinho, o SBT contratou o YouTuber Rezende Evil como um dos protagonistas, e resgatou um dos queridinhos do público de "Chiquititas" (Gabriel Santana, o Mosca da nova versão).

Não precisa ser muito entendido de televisão para saber que esse negócio tem muita chance de dar certo, seja pelos nomes ou pelo horário previsto de exibição (entre as novelas infantis e o "Programa do Ratinho). Mais uma vez, o SBT descobriu que existe um filão que precisa ser preenchido e apostou com tudo nisso. E está certíssimo.