SÉRIES

O jeito do SBT exibir a série "Arqueiro" está cada vez mais confuso

Author

De um tempo para cá as séries voltaram a fazer um baita sucesso, vide a comoção internacional causada por "Game of Thrones" e qualquer coisa que a Netflix coloca em seu catálogo. Só que esse tipo de programa não costuma dar muito certo na televisão brasileira por questões logísticas, então o SBT precisou improvisar para exibir a série "Arqueiro" de uma forma que desse audiência. O problema é que agora a coisa ficou tão confusa que ninguém mais entende o que está rolando.

O jeito do SBT exibir a série "Arqueiro" está cada vez mais confuso

(Reprodução/Warner, Montagem)

Séries de televisão sempre tiveram espaço dentro do SBT, mas as produções de maior sucesso eram aquelas episódicas, que o público não precisava assistir religiosamente todo dia para entender o que estava rolando (como "Um Maluco no Pedaço" ou "As Visões de Raven"). As séries de maior sucesso atualmente, no entanto, se tratam de histórias contínuas como se fosse uma novela, e perder um capítulo já faz com que você já não entenda o próximo. Como o brasileiro médio não tem o hábito de assistir a programas de ficção semanais (por causa de décadas de hábito com novelas diárias), normalmente a audiência das séries vai caindo a cada semana porque o pessoal vai abandonando.

Foi aí que a emissora do Silvio Santos veio com uma ideia bem interessante. Ela decidiu reprisar a série "Arqueiro" ("Arrow", no original) nas noites de sábado, mas tomou uma providência para evitar desânimo do público que não assistiria se visse que a série estava numa temporada muito avançada. Em primeiro lugar, eles ABOLIRAM totalmente o conceito de "episódios", e passaram a agrupar muitos capítulos da história num único programa e exibido num único dia, chamando de "filme".

A estratégia parece absurda, mas deu certo. Os ~filmes~ do "Arqueiro" vinham mantendo uma audiência constante (média de 6 ou 7 pontos) e bem alta para o horário. Com o sucesso, a exibição em formato de filme continuou, e semanalmente o SBT exibia novos "filmes" do "Arqueiro" sem especificar que era de uma temporada avançada ou então que traziam episódios do meio da história. Só a palavra "filme" já servia para "driblar" o desinteresse do público de acompanhar uma história que está na metade sem ter visto o resto.

O jeito do SBT exibir a série "Arqueiro" está cada vez mais confuso

(Reprodução/SBT)

Mas é claro que daria um problema. Ontem (25), o SBT exibiu chamadas do que viria a ser o filme do "Arqueiro" da noite, e o narrador chamava de "vigésimo quinto filme do Arqueiro". Nas cenas exibidas, via-se cenas de luta do que corresponde à quinta-temporada da série. Será que o truque do SBT ainda consegue funcionar bem, agora que os tais filmes já estão com um número alto que pode desanimar o público que chegou agora?

Veja bem, eles usaram o recurso do "filme do Arqueiro" para evitar que o público se desanimasse com um programa exibido na metade da história, mas avisar que se trata do vigésimo quinto filme dá exatamente o mesmo efeito para o público! E o pior: usar essa nomenclatura de "filme" acaba afastando também pessoas que acompanharam na TV paga até certa temporada, mas que não verão no SBT por não terem ideia de qual episódio vai passar.

Confesso que estou mais curioso para ver como o SBT vai desfazer essa confusão com o "Arqueiro" que para ver como Oliver Queen vai salvar Star City.