TV

"Tempo de Amar" morreu e esqueceram de avisar o público

Author

Vou ser bem direto: "Tempo de Amar" está bem chata e podia acabar logo.

(Divulgação/Globo)
(Divulgação/Globo)

"Tempo de Amar" começou como uma novela toda certinha de época, mas acabou se mostrando uma grande fonte de humor involuntário graças à burrice proporcionada pela protagonista Maria Vitória (Vitória Strada). A moça completamente sem noção chegou a deixar de lado a busca pela filha perdida para atravessar o oceano e procurar o boy em outro continente para, só então, ir atrás da pequena Mariana.

Piadas à parte, "Tempo de Amar" sempre dominou muito bem a narrativa e soube segurar bem o público com a separação de Maria Vitória e Inácio (Bruno Cabrerizo). O público ia loucura a cada vez que os dois quase iam se esbarrar no Rio de Janeiro, ou quando a sonsa ficou sabendo através da vilã maluca que o amado havia morrido queimado.

Mas aí a novela das seis começou a sofrer o pior mal de um folhetim: a famosa barriga. Funciona da seguinte forma: o autor planejou A, B e C para a novela, e o final vai ser em D, no último capítulo. O problema é que o C chegou muito cedo, então quem escreve a novela precisa enrolar fazendo absolutamente nada acontecer por semanas a fio. E é exatamente isso que está rolando em "Tempo de Amar".

"Tempo de Amar" morreu e esqueceram de avisar o público

Atualmente Maria Vitória encontrou sua filha Mariana e seu amado Inácio, está casada com Vicente (Bruno Ferrari), um homem que a ama e é muito compreensivo e a vilã Lucinda (Andreia Horta) já está pagando o pato ficando pobre e precisando fazer golpes para sobreviver. Mas ainda não é o final da novela! Temos ainda mais um mês para que o pingo no i final (Maria Vitória acertando as contas com Lucinda) aconteça e até lá o autor vai enrolar o quanto der.

Aí nisso já enfiou casais formados do nada, Lucerne (Regina Duarte) tirando do éter a informação que tem uma filha perdida e Maria Vitória num continente diferente de todo o resto da novela. Está bem difícil acompanhar.

Quem deve sofrer com isso é "Orgulho e Paixão", a próxima novela das seis que depende de "Tempo de Amar" segurar a boa audiência até meados de março.