GAMES

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Author
5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Essa é uma série que pegou os gamers mais antigos de surpresa. Quando o primeiro trailer da animação de Castlevania foi divulgado, em maio, o hype em torno da produção da Netflix aumentou consideravelmente. 

Ainda assim, quase ninguém sabia o que esperar. Essa espera acabou em 7 de julho, quando os quatro episódios (sim, apenas quatro capítulos de 25 minutos cada) da primeira temporada estavam disponíveis para serem assistidos.

A boa notícia é que, sim, Castlevania vale a pena ser assistido, a ponto de deixar um gostinho de "quero mais" - felizmente, a segunda temporada já está confirmada. Abaixo listamos cinco pontos que fazem a série merecer que você gaste 1h40min do seu precioso tempo. 

1 - É uma (rara) boa adaptação de um game

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Transformar um game em uma boa adaptação em outra mídia parece uma tarefa bastante complicada - e muitos já falharam na tentativa. O caminho escolhido pelo roteirista Warren Ellis (famoso no mundo dos quadrinhos) e Adi Shankar, entretanto, foi o correto. Mais do que simplesmente colocar o protagonista Trevor Belmont enfrentando hordas de monstros como ocorre em Castlevania III: Dracula's Curse, game para Nintendinho, a preferência foi por construir uma ambientação e apresentar os personagens, dando profundidade às suas personalidades. Essa primeira temporada, inclusive, é voltada a isso: sim, infelizmente teremos que esperar até 2018 para ver a pancadaria rolar para valer.

2 - É fiel sem ser engessado

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Adaptar uma obra consagrada como Castlevania pode ser um trabalho espinhoso. Ainda assim, a série da Netflix manda bem ao caprichar na ambientação que retrata o Século XV - o final da Idade Média, portanto. As referências mais diretas ao jogo se mesclam a situações inéditas, criando uma sensação de familiaridade capaz de agradar quem é fã dos games ao mesmo tempo que consegue não deixar novatos "boiando" na história.

3 - Ninguém é totalmente bom ou mau

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Ainda que nos games Drácula seja a encarnação do mal, a versão animada de Castlevania se afasta de maniqueísmos. Nos primeiros minutos da série vemos que o morcegão é um ser recluso e que se abre à possibilidade de conviver em paz com a humanidade. Por outro lado, a Igreja Católica aparece mergulhada em corrupção e o próprio Trevor Belmont foge do estereótipo de herói e capa e espada - ou melhor, chicote. Esses aspectos acabam dando uma profundidade maior à trama e caem bem no andamento da animação.

4 - Doses generosas de humor e violência

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

Em Castlevania, piadas e sangue andam de mãos dadas. É de se imaginar que uma obra que retrate a invasão do mundo por demônios tenha uma boa dose de violência e os animadores da série não economizaram nos tons de vermelho. Há, inclusive, passagens do tipo com um exagero típico dos filmes de Quentin Tarantino. Balanceando isso, há uma dose de humor que é capaz de arrancar ao menos um sorriso de canto de boca. O resultado é que Castlevania acaba equilibrando sua ambientação tensa de maneira bastante acertada nesse ponto.

5 - Boa qualidade visual

5 (boas) razões para assistir o Castlevania da Netflix

A animação de Castlevania não é brilhante, mas cumpre bem seu papel. Sequências de ação são bem feitas e mesmo a paleta de cores usadas ajuda a criar um cenário de devastação que conversa muito bem com a atmosfera trágica da série. Há um salto considerável nesse quesito em momentos de batalhas, quando Trevor mostra sua destreza no manejo de diversas armas. De qualquer maneira, é de se esperar uma segunda temporada ainda melhor neste quesito.