OUTROS

Estrela de Pantera Negra, Lupita anuncia livro infantil para inspirar meninas negras

Author

Estrela de Pantera Negra, Lupita anuncia livro infantil para inspirar meninas negras

Lupita com seus filhos do filme Rainha de Katwe (Reprodução / Vogue)

Às véspera de estrelar um dos arrasa-quarteirões mais aguardados no ano, a atriz de Pantera Negra Lupita Nyong’o se prepara para uma outra grande estreia em sua carreira, dessa vez na literatura. Na semana passada a vencedora do Oscar anunciou que vai publicar um livro infantil com o intuito de inspirar meninas negras a aceitarem sua pele escura. Sulwe é o título do livro que significa ‘estrela’ em Luo, língua nativa da atriz, de origem queniana. O obra tem lançamento previsto para janeiro de 2019, pela editora Simon & Schuster.

“Eu fui muito provocada sobre minha pele da cor da noite e meu único pedido a Deus era acordar com a pele mais clara. Eu acordava e ficava tão animada para ver minha nova pele, que eu me recusava a olhar para mim mesma até que estivesse em frente a um espelho, porque eu queria ver meu rosto primeiro. A cada manhã, eu experimentava a mesma decepção de continuar tão escura quanto no dia anterior”, relatou Lupita em artigo publicado no The New York Times.

A atriz revelou que, assim como em sua biografia, a protagonista do enredo do livro é uma menina de 5 anos que enfrenta muita dificuldade para aceitar a cor da própria pele até enveredar numa aventura que lhe desperta o senso de beleza. Ao longo da história, ela começa a entender que a beleza pode vir em todas as cores.

“Ela aprende coisas que nós aprendemos quando somos crianças e passamos a vida inteira tentando desaprender. Essa é uma história para os pequenos, mas, não importa a idade do leitor, eu espero que sirva como uma inspiração para todos andarem com felicidade em sua própria pele”, escreveu em seu perfil no Instagram. A atriz deseja que as crianças que lerem seu livro repensem o significado do que é ser bonito.

O livro ainda não tem previsão de tradução em português ou lançamento no Brasil, mas pela força do tema e pela alcance da fama de Lupita esperamos que o título chegue logo ao país. De qualquer jeito é importante reforçar leituras infantis que não apenas reforcem a autoestima de crianças negras como sirvam de instrumento sócio-educativo de prevenção ao racismo na infância, que estimulem a diversidade e beleza das diferenças.