LGBT

Hooker e Liniker bombam em clipe com gays surdos que sofrem homofobia

Author
Hooker e Liniker bombam em clipe com gays surdos que sofrem homofobia

Reprodução / Youtube

O cantor pernambucano Johnny Hooker lançou neste Natal o clipe Flutua, que traz o dueto com Liniker na música do seu segundo disco Coração. A parceria já tinha dado o que falar quando foi entoada no Rock in Rio em setembro, com direito a beijo no palco entre os dois artistas. Mas a dupla continua indo além no enfrentamento à intolerância e na defesa dos direitos LGBT e, claro, repetem o beijaço no vídeo.

O clipe, com participações especiais dos atores Jesuíta Barbosa e Maurício Destri, escancara o problema da homofobia no Brasil, ao abordar a vulnerabilidade de um casal gay atacado com golpes de lâmpadas fluorescentes na madrugada paulistana.

Dirigido por Ricardo Spencer, o vídeo apresenta um delicado e apaixonado casal que se comunica em libras (língua brasileira de sinais) e passa por diversas dificuldades para ficar junto, como o receio de assumir a relação publicamente e de como as pessoas vão reagir.

“O que vão dizer de nós? / Seus pais, Deus e coisas tais / Quando ouvirem rumores do nosso amor / Baby, eu já cansei de me esconder/ Entre olhares, sussurros com você/ Somos dois homens e nada mais", diz a letra.

Ao longo do filme, um dos protagonistas da história acaba sendo vítima da violência extrema motivada por homofobia. Na dura cena, em que a música é interrompida, há uma bela metáfora de como o ódio é um ruído ensurdecedor à melodia do amor que não vai deixar de tocar os corações: “Um novo tempo há de vencer / Pra que a gente possa florescer / E, baby, amar, amar sem temer / Ninguém vai poder querer nos dizer como amar”, fala a canção em outro trecho, dando um tom ainda mais político ao protesto contra a intolerância.

Hooker também assina o roteiro junto com Daniel Ribeiro, diretor do filme "Hoje eu quero voltar sozinho", cujo personagem principal também é gay e com deficiência física. A presença de Jesuíta Barbosa remonta uma parceria antiga. Também pernambucano, Jesuíta e Hooker atuaram juntos no filme "Tatuagem", de Hilton Lacerda, e em seguida o ator participou do clipe Alma Sebosa, em 2014.