Utilitarismo e a Revolução Toyotista

A Especulação dizia que quanto maior a produção maior o lucro, as vendas iam bem e o Time is Money fomentou o aumento na taxa de produção. A alta disponibilidade de mão de obra, devido ao êxodo rural e à enorme quantidade de artesãos que viram seu trabalho tonar-se obsoleto, de espaço, devido à consequente urbanização, e de matéria_prima promoveu assim a crise do modelo Fordismo-Keynesiano, os capitalistas ( donos das fábricas) produziram, reproduziram tanto cada de um de seus produtos, que faltou consumidor que não os tivessem.

Em contrapartida, o Japão, que não detinha espaço tampouco matéria-prima, selecionou empresas que planejassem a linha produção para o maior aproveitamento possível de espaço e matéria. Assim os capitalistas japoneses passaram a produzir quando e o quê, exatamente, o consumidor quisesse ou necessitasse, resultando em uma linha de montagem flexível e previamente distribuída e obviamente compactada.

Dessa forma, o Utilitarismo moldou a troca do Time is Money pelo Just in Time. Este, aliado à implementação da robótica e da informática na produção completou o quadro da Terceira Revolução Industrial.

Be the first to like it!

Comments

People also liked

Related stories
1.How To Learn A Language At Lightning Speed
2.Huawei Unfazed By US Action
3.Top Fashion Designer Karl Lagerfeld Dead At 85
4.If You Worry Too Much, Say ‘Pyt’ As The Danes Do
5.Survivor Tells Of Fight To Strangle Mountain Lion
6.Footballer Sala’s Body Returned To Hometown For Funeral
7.Fashion Models Wrestle With Debt
8.Buying Into No-Buy
9.Turning To Dog Faces To Minimize Bias In Hiring
10.Richard Gere, 69, Becomes Dad Again With Wife, 35
500x500
500x500