PETS

Nesta Páscoa, evite deixar chocolate perto dos cães. Eles podem se intoxicar

Author

Quem não gosta de chocolate? Até nossos melhores amigos adoram, mas saiba que esta guloseima é um perigo para a saúde dos cachorros.

Agora na Páscoa, com o maior número de ovos de chocolate em sua casa, a preocupação aumenta e, infelizmente, aumenta junto a procura por clínicas veterinárias. Ainda tem gente que não sabe o quão nocivo é o alimento para o cão e, na inocência, deixa o animal comer um pedacinho. ‘Ah, mas um pedacinho não faz mal’, pensam muitas pessoas. Faz mal sim!

Nesta Páscoa, evite deixar chocolate perto dos cães. Eles podem se intoxicar

A teobromina é uma das substâncias presentes no chocolate e que é altamente tóxica para os animais. Quanto mais matéria lipídica o chocolate tiver, menor vai ser o teor de teobromina. Ou seja: quanto mais escuro for o chocolate (chocolate amargo), mais teobromina ele possui e, portanto, maior é o risco de intoxicação.

Outra particularidade da teobromina é o tempo que fica agindo no sangue do animal, podendo ficar no seu organismo por até 6 dias. Os sinais clínicos da intoxicação são vômito, diarreia, poliúria (bebe mais água e urina mais), náuseas e arritmias cardíacas. Eles podem ainda apresentar incontinência urinária, hipertermia (aumento da temperatura corpórea) e, em casos mais graves, coma e morte.

Infelizmente não existe antídoto para intoxicação por teobromina. Havendo a ingestão de chocolate, o cão deve ser levado ao veterinário o quanto antes.

O mais recomendado é mesmo a prevenção. Evite deixar chocolates perto dos cachorros, assim você não corre o perigo de ele ter qualquer problema de saúde. Ou compre os chocolates específicos para animais, que não vêm com os ingredientes nocivos. Ele não vai saber a diferença, e todos vão aproveitar uma boa Páscoa!

#pet #guiapet #cachorro #dog #pascoa