TECNOLOGIA

Como usar a tecnologia para votar melhor

Author

Mesmo na era das “fake news”, ainda tem muito recurso bom na internet para a hora do voto

Como usar a tecnologia para votar melhor

A eleição presidencial de 2018 promete ser tensa. Será a primeira após o impeachment de Dilma Rousseff, a primeira depois do ápice da Lava Jato e a primeira com o fantasma das notícias falsas, as chamadas “fake news”, batendo com força à nossa porta.

Sim, os boatos sempre estiveram por aí. Mas correndo com tanta força assim, especialmente nas redes sociais, nunca se viu.

Apesar desse lado negativo, a tecnologia ainda pode ser uma grande aliada na hora de escolher candidatos. Além de ser um espaço aberto para a troca de ideias, ainda permite o lançamento de recursos bastante interessantes para quem quer pesquisar de perto seus candidatos.

Um deles surgiu há poucos dias pelas mãos do Reclame Aqui. O site é famoso por registrar reclamações de consumidores contra grandes empresas, mas dessa vez atirou-se na ciranda política com um aplicativo gratuito – e muito eficiente – para identificar atos ilícitos em potenciais candidatos.

O Detector de Corrupção, disponível para iOs e Android, reconhece o rosto de políticos (seja pessoalmente ou via foto, como num santinho) e traz a ficha corrida do alvo na justiça, dedurando a quais processos por corrupção ele responde – ou não.

O app, que também funciona com uma busca simples por nomes, é bastante eficiente, como mostram as figuras a seguir:

Fichas sujas
Fichas sujas
Fichas limpas
Fichas limpas

O aplicativo não é o único para te ajudar na difícil missão do voto.

Um outro tão incrível quanto faz com que você descubra os candidatos que mais se aproximam de suas convicções sem que você se prenda a conceitos prévios sobre o partido do dito cujo.

Como? O Voto x Veto te apresenta propostas tiradas do plano de governo dos políticos sem te dizer quem escreveu. Você vai julgando sem saber de quem se trata e recebe a surpresa no final.

Mas se você prefere uma referência mais direta, tem o Candidaturas, o aplicativo oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que deve ser atualizado também para 2018. Com ele dá para ter acesso direto ao plano de governo de cada candidato (assim que eles forem confirmados, é claro).

Então se você é mais uma das pessoas que se preocupa com o papel das redes sociais nas eleições, saiba que a tecnologia também pode estar ao seu lado.