Operários da Fiat entram em greve contra CR7 na Juventus

Fanny Schertzer/ Wikimedia Commons CC (09/02/2011)

A ida do português Cristiano Ronaldo para a Juventus, quem diria, está mexendo fortemente com a economia italiana.

O primeiro efeito já era esperado: as ações da Juventus subiram – e muito – na bolsa de Milão. Mas o segundo efeito, esse bastante negativo, surpreendeu.

Funcionários de uma unidade da montadora italiana Fiat entraram em greve para protestar contra a contratação.

A questão é que a Juve é basicamente uma “empresa familiar”. O clube é controlado pela família Agnelli, que também tem 30% do capital da Fiat.

Os metalúrgicos italianos há tempos vinham reivindicando melhores salários. Por isso não foi nada fácil ver um dos donos da empresa gastar milhões de euros em uma única pessoa, ao invés de dar aumento para várias. Mesmo essa pessoa sendo Cristiano Ronaldo.

Se a história já é ruim por si só, imagine para os trabalhadores que torcem para o Inter de Milão...

Be the first to like it!

Comments

People also liked

Related stories
1.Singer R. Kelly Arrested On Sex Abuse Charges
2.Branson Plans To Defy Venezuela President With Concert
3.Culture Of Abuse Found In South Korea’s Family Businesses
4.Judge Slams Jussie Smollett’s Allegedly False Report
5.Jussie Smollett Arrested On Charge Of False Report
6.Taiwan President Sounds Alarm About Chinese Aggression
7.UK Lawmakers Slam Facebook For Privacy Violations 
8.Paris Smitten With Play-Within-A-Play On Lovelorn Man
9.Should You Wake Up Early? Not Necessarily
10.Black Leopard Sighted After More Than A Century
500x500
500x500