ESPORTES

Adriano causou a maior decepção da carreira de um ídolo da Inter de Milão

Author
Adriano causou a maior decepção da carreira de um ídolo da Inter de Milão

Javier Zanetti é um dos grandes ídolos da História da Internazionale de Milão, da Itália. O ex-lateral-direito argentino passou uma década defendendo as cores da Inter e conquistou praticamente tudo, com cinco scudettos nacionais, uma Champions League e um Mundial de Clubes. Não à toa é chamado de Il Capitano e ocupa o cargo na diretoria do clube. Mesmo com tantas glórias, ele tem uma grande derrota para contar: Adriano.

Adriano causou a maior decepção da carreira de um ídolo da Inter de Milão

O ex-atacante brasileiro fez muito sucesso na Inter de Milão entre 2001 e 2006. Cotado como um dos maiores do mundo, o Imperador sofreu com a perda do pai em 2004 e a carreira desandou. Deprimido, ainda teve momento de brilho no clube do coração, o Flamengo, em 2009, e voltou à Itália para defender a Roma. Mas não conseguiu mais se manter nos trilhos. Zanetti, em entrevista ao jornal Tuttosport, garantiu que não conseguir ajudar Adriano foi sua maior derrota.

"Estávamos jogando um amistoso com o Real Madrid e ele marcou um gol incrível. Eu disse para mim mesmo: esse cara é o novo Ronaldo. Ele tem tudo para isso!", disse Zanetti.

O agora dirigente lembrou que Adriano recebeu a ligação informando a morte do pai e ele estava ao seu lado. Ficou impressionado ao ver o atacante gritar, jogar o telefone longe. As imagens, Zanetti garante, não saem da sua cabeça até hoje. Ele diz que ao lado do presidente do clube, Massimo Moratti, tratou Adriano como um filho a partir dali. E considera ter falhado.

Adriano causou a maior decepção da carreira de um ídolo da Inter de Milão

"Não tivemos sucesso ao tentar tirá-lo da depressão. Talvez seja a maior derrota da minha carreira. Isso ainda machuca e me faz sentir muito impotente"