ESPORTES

Goleiro brasileiro falha em clássico inglês na estreia pelo time de Guardiola

Author
Goleiro brasileiro falha em clássico inglês na estreia pelo time de Guardiola

Pep Guardiola é exigente demais quando se trata de desempenho dos seus jogadores em campo. Para os goleiros, por exemplo, não basta jogar bem com as mãos. Tem de saber utilizar os pés. Por isso, em sua chegada ao Manchester City, na última temporada, o goleiro Joe Hart, ídolo do clube, acabou negociado. O chileno Claudio Bravo, ex-Barcelona, foi contratado, mas também não convenceu. Guardiola, então, foi decisivo.

Apoiado pelos euros dos árabes donos do City, o técnico buscou o goleiro brasileiro Ederson no Benfica, de Portugal. E não poupou despesas. Nada menos do que 40 milhões de euros (R$ 145 milhões) foram gastos no negócio. A segunda maior transação de goleiros da História, só atrás da negociação de Buffon, do Parma para a Juventus, em 2001, por 52 milhões de euros.

Tudo muito bom, tudo muito bem. A expectatica era grande. Ederson, então, estreou no clássico de Manchester, City x United, em Houston, nos Estados Unidos, onde o time fazem pré-temporada. E não foi nada empolgante. Afoito, ele falhou ao sair da área no primeiro gol dos Red Devils, assinalado pelo belga Lukaku.

Muita gente lamentou a falta de sorte que Guardiola anda colecionado com seus goleiros.

Já outros, mais dramáticos, pediram a aposentadoria do técnico se ele novamente não acertar com a contratação de um goleiro nessa temporada

"Se Ederson também fracassar, Guardiola deveria se aposentar"

Certo é que o torcedores do Manchester City vão ver Ederson de perto por muito tempo. O goleiro da Seleção Brasileira e revelado nas categorias de base do São Paulo assinou contrato de seis anos com o clube inglês.