ESPORTES

O novo estádio do Chelsea vai custar 'apenas' R$ 4 bi

Author
O novo estádio do Chelsea vai custar 'apenas' R$ 4 bi

(Divulgação / Chelsea)

Construir novos estádio custa uma fortuna. Você deve lembrar das modernas arenas brasileiras para a Copa do Mundo. Rio e rios de dinheiro para deixar tudo no decantado "padrão Fifa". Só o Maracanã, por exemplo, chegou a R$ 1,2 bilhão. O Mané Garrincha, em Brasília, teve cifras parecidas. Imagine, então, os gastos em libras para reformar estádio na Inglaterra.

O novo estádio do Chelsea vai custar 'apenas' R$ 4 bi

(Divulgação / Chelsea)

Especialistas sempre disseram que mais caro do que construir um estádio é reformá-lo. E é exatamente isso que o Chelsea pretende fazer com o Stamford Bridge, em Londres. Aliás, pretende não. Vai fazer. Nesta semana, o clube aprovou na prefeitura de Londres o projeto para ampliação do Stamford Bridge. O valor, orçado inicialmente em 600 milhões de libras, deve chegar a estratosféricos um bilhão de libras - cerca de R$ 4,3 bilhões, de acordo com o jornal The Times. Três Maracanãs. Surreal.

O novo estádio do Chelsea vai custar 'apenas' R$ 4 bi

(Divulgação / Chelsea)

Isso porque devido ao Brexit - a saída dos britânicos da União Europeia - os custos inicialmente previstos para remodelar o estádio quase dobraram de valor. Mas o Chelsea, lembrem-se, pertence ao bilionário russo Roman Abramovich. Dinheiro não é lá um dos seus problemas. O novo Stamford Bridge terá capacidade aumentada para 60 mil lugares - o atual contempla 41.600 espectadores.

O novo estádio do Chelsea vai custar 'apenas' R$ 4 bi

(Divulgação / Chelsea)

O projeto prevê a demolição de casas ao redor do estádio, na chamada Chelsea Village, e novas passagens para linhas de trem e metrô. A previsão é de que fique pronto apenas na temporada 2021/2022 caso as obras sejam iniciadas em meados de 2018. Neste caso, o Chelsea mandaria seus jogos em Wembley.