TECNOLOGIA

Músico amputado toca piano com mão robótica

Author

Prótese usa tecnologia de ultrassom para sentir os movimentos musculares do braço com precisão e identificar quais dedos a pessoa está tentando mexer

Músico amputado toca piano com mão robótica

(Imagem: YouTube/Instituto de Tecnologia da Geórgia)

A inspiração foi em Luke Skywalker, que perdeu uma das mãos na luta fatídica contra Darth Vader, em "O Império Contra-Ataca". Na ficção de Star Wars, deram um jeito de implantar uma mão robótica no herói, que conseguia mexer os dedos individualmente, controlando seu sabre de luz com destreza. Agora parece que a tecnologia está chegando ao mundo real.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos, criaram um sensor ultrassônico que permite aos amputados controlar esses dedos mecânicos. Instalado no paciente, o equipamento consegue sentir os movimentos musculares do antebraço e identifica qual dedo ele gostaria de mexer. Então converte essa informação em algoritmo, e o software ordena o movimento do dedo biônico.

A primeira pessoa a fazer um teste público da tecnologia foi Jason Barnes, um músico de 28 anos que foi eletrocutado durante um acidente de trabalho em 2012. Os médicos tiveram de amputar seu braço direito logo abaixo do cotovelo. Logo, ele não tem mão, mas ainda possui os músculos necessários para mover os dedos biônicos. Com a novidade, ele foi capaz de tocar piano de novo.

Agora o instituto está trabalhando para melhorar a tecnologia em atividades motoras tão sensíveis quanto tocar piano. A ideia é criar programas que permitam a um amputado usar a mão robótica para fazer coisas como segurar talheres e tomar banho. Infelizmente, não há previsão de quando será possível empunhar um sabre de luz com a prótese.