FUTEBOL

Programa usa inteligência artificial para analisar jogos de futebol

Author

Olheiro virtual da startup AISpotter assiste a vídeos e avalia a performance dos atletas

Programa usa inteligência artificial para analisar jogos de futebol

(Foto: Freepik)

Olheiro infiltrado no treino adversário, câmera filmando todos os movimentos dos jogadores e até mesmo drone sobrevoando o estádio. Os técnicos de futebol sempre dão um jeito de levantar informações e preparar o time, com ou sem tecnologia. Mas essa novidade promete economizar um bocado de trabalho - trata-se de um software com inteligência artificial que analisa gravações em vídeo e destaca os melhores momentos.

Esse novo serviço, prestado pela startup AISpotter, funciona assim: o treinador escolhe qual tipo de lance a máquina deve separar (digamos, todas as jogadas em que o lateral-esquerdo falhou na cobertura, ou então sempre que o zagueiro conseguiu rebater uma bola de cabeça). Em cerca de uma hora, o programa vai identificar esses momentos, criar um novo arquivo em vídeo apenas com a parte que interessa e gerar relatórios.

A empresa finlandesa, criada dentro da Universidade de Oulu, existe há cerca de um ano e cobra 100 euros por filmagem analisada. Por enquanto, ela trabalha com futebol e hóquei no gelo, esporte muito popular no país. Embora atenda clientes de todos os tamanhos, o público-alvo principal da AISpotter são os clubes pequenos e médios, que não têm grandes equipes de análise de desempenho e precisam terceirizar o serviço.

Quando o time já tem o costume de filmar os treinamentos, a startup apenas recolhe as imagens e as processa no software de inteligência artificial. Mas, se necessário, ela pode também instalar câmeras no estádio e gravar os treinos e jogos. O material exibe a movimentação dos jogadores no campo todo (sem aquele ultrazoom da televisão), o padrão perfeito para reconhecimento do programa e para análises táticas.

Além de lances específicos, o sistema também consegue separar em clipes todos os momentos em que determinado atleta encostou na bola ou foi importante na construção de uma jogada. Seria uma mão na roda para o Tite, da Seleção Brasileira, que tem o costume de mandar filmagens e informações para os jogadores via WhatsApp.