SAÚDE

Scanner de mão detecta câncer de pele sem biópsia

Author

Equipamento construído por pesquisadores canadenses usa variação de temperatura para identificar áreas do corpo com melanoma

Scanner de mão detecta câncer de pele sem biópsia

(Foto: Divulgação/Universidade McMaster)

Pesquisadores canadenses da Universidade McMaster construíram um scanner de mão que ajuda a diagnosticar o câncer de pele. O protótipo, ainda em sua fase inicial de desenvolvimento, usa um conceito simples: ele mede a velocidade de variação de temperatura do corpo para detectar em quais áreas estão as lesões malignas.

Quando a pele humana é resfriada, os locais afetados por um câncer voltam a esquentar mais rapidamente do que a pele normal. Isso porque as células cancerígenas crescem e se dividem de maneira mais rápida. Em contato com o corpo, esse scanner (chamado sKan) consegue medir essa variação e checar qual área tem metabolismo mais veloz.

O aparelho usa pequenos componentes eletrônicos que têm sua resistência afetada pela temperatura da pele. Cerca de 20 peças, que custam US$ 1 dólar cada, são espalhadas pelo corpo. Depois, basta ao médico checar as velocidades de variação de temperatura em cada uma delas. As mais rápidas podem indicar pontos afetados por cânceres.

De acordo com a Universidade McMaster, ainda são necessários mais testes para que a aferição seja precisa. A maior dificuldade é calibrar os dispositivos que calculam a temperatura. Mas o grupo de pesquisadores já até venceu um prêmio James Dyson por melhor design e engenharia de produto. Principalmente porque a solução é muito mais simples e barata do que a usada atualmente para detectar melanomas.

Hoje o câncer de pele é primeiramente diagnosticado por meio de exame visual. Se o médico considerar uma mancha suspeita, ele pode indicar o paciente para biópsia. Só nos Estados Unidos, entre 1986 e 2001, foram realizadas 60 biópsias para cada melanoma detectado. Ou seja: há muitas pessoas passando por um exame invasivo sem necessidade real. A tecnologia poderia ser um primeiro filtro mais eficiente.