REDES SOCIAIS

Até quando as pessoas não vão assumir seus erros?

Author

Todos os pais escolhem com cuidado a escola dos seus filhos. Aqui não foi diferente e mesmo assim tivemos um belo de um problema que nos motivou de tirar o meu filho de uma escola.

Ao escolher uma escola, você assina um contrato de adesão. Não tem como mudarmos a estrutura pedagógica social, política e a religiosa.

Um colégio em Recife/PE enviou uma carta para uma mãe pedindo para que ela se vista apropriadamente ao buscar seu filho, pois usava roupas muito decotas e curtas. Claro que a carta foi compartilhada milhares de vezes e o discurso reprovava a atitude da escola.

Até quando as pessoas não vão assumir seus erros?

Não sou católico e não colocaria meus filhos em uma escola com esse viés por vários motivos e um deles é o conservadorismo que essa instituição prega.

Agora, reclamar pois recebeu uma carta dessa de um colégio católico, é demais para mim. Oras, a mãe matriculou o filho em um colégio católico e ela e o filho devem cumprir as determinações do colégio. O erro aqui foi a mãe ou o pai em escolher esse tipo de lugar para educar seus filhos.

As pessoas hoje só pensam em lacrar por lacrar, matando o coitado do diálogo. Trocas de ideias viraram batalhas e quem ganha é quem fala mais alto. A mãe jogou a carta em suas redes sociais para julgarem a atitude do colégio em uma tentativa de mascarar o seu erro.

Usar as redes sociais para apontar o dedo de um suposto erro é um exemplo de como nossa sociedade está frágil e bem perto de um colapso.