FUTEBOL

Técnico do Atlético-MG perde a linha e quase agride repórter em entrevista coletiva

Author
Técnico do Atlético-MG perde a linha e quase agride repórter em entrevista coletiva

(Agif)

No futebol o clima muitas vezes fica bem quente depois de uma partida. Se os ânimos estão acirrados seria melhor dar aquela acalmada, respirar fundo e deixar o embate para depois. Não foi o que ocorreu com o técnico Oswaldo de Oliveira. Depois de um frustrante empate do seu Atlético Mineiro com o Atlético do Acre, em 1 a 1, pela Copa do Brasil, o treinador perdeu a linha e quase agrediu um repórter.

O empate até classificou o Atlético-MG para a próxima fase da Copa do Brasil. Mas Oswaldo ficou irritado com uma pergunta do repórter Léo Gomide, da rádio Inconfidência, de Belo Horizonte. O profissional indagou Oswaldo sobre a maneira como o Atlético-MG tinha atacado no jogo. E foi interrompido.

Oswaldo disse que Léo Gomide fazia "sempre essas perguntinhas mal-intencionadas". O bate-rebate continuou, de forma áspera. Até que o repórter deixou a entrevista. Segundos depois, Oswaldo, tresloucado, partiu para cima de Léo Gomide proferindo palavrões e quase agredindo o repórter.

Muitos torcedores do Galo desaprovaram a atitude do técnico.

O resultado foi uma proibição do Atlético-MG ao repórter de frequentar as dependências do clube depois do incidente. Oswaldo de Oliveira divulgou nota oficial pedindo desculpas por sua atitude destemperada, mas garantiu que foi xingado por Léo Gomide.