OUTROS

Dior escandaliza com desfile conservador em Paris. Veja os looks!

Author
Dior escandaliza com desfile conservador em Paris. Veja os looks!

A casa Dior, que mistura extravagância e estilo nas passarelas parisienses desde janeiro de 1964, quando rompeu com o tradicionalismo do início do século, parece ter abraçado a onda conservadora e trouxe para a coleção outono/inverno peças estruturadas, recatadas e paleta em que variaram do vermelho ao nude e trouxe o azul marinho como o contraponto. Havia poucas impressões ou padrões aqui, e apenas uma única explosão brilhante de vermelho, para ocasiões de gala.

A coleção Cruise, de outono/inverno 2019, assinada por Maria Grazia Chiuri, foi apresentada na última sexta-feira (25/06) em Chantilly, na França. Foi no museu dedicado ao universo equestre e sob uma chuva torrencial que vimos as escaramuças mexicanas dançando com seus cavalos poderosos no meio da arena, enquanto modelos mostravam peças como chapéus, cintos, vestidos em estampa toile de jouy e rendas típicas da região.

Dior escandaliza com desfile conservador em Paris. Veja os looks!

Os vestidos eram lindos e eram dignos de um tapete vermelho para a primeira fileira, que incluía Zoey Deutch, Katie Holmes, Mandy Moore, Emma Roberts, Kate Bosworth, Margaret Qualley e as atrizes francesas Amira Casar e Ana Girardot. Todas, aliás, foram ao Fashion Week Paris já usando as tendências mais sóbrias da coleção, o que mostra que o conservadorismo também vem influenciando a moda fora da casa Dior.

A artiz Katie Holmes posa na entrada do desfile da coleção Cruise da Dior, de outono/inverno 2019.
A artiz Katie Holmes posa na entrada do desfile da coleção Cruise da Dior, de outono/inverno 2019.

Mas quem pensa que Grazia Chiuri vai ancorar a casa Dior no passado, está enganado. A estilista sempre se posicionou na vanguarda das mensagens feministas muito antes de #MeToo com seu slogan "We Should All Be Feminists". O que ela vem buscando na última coleção é a elegância, que vem sendo recuperada e investigada no universo feminino nesses novos tempos de #timesup. Não mais se vestir para ser sexy, mas para ser fina, chique e elegante. Ah! E exclusiva também. Exclusivíssima, na verdade, já que os vestidos saem por algo em torno de R$ 20 mil.

Dior escandaliza com desfile conservador em Paris. Veja os looks!

De acordo com Chiuri, as pessoas já estão saturadas das mídias sociais, onde grande parte do tom da moda parece ser definido pelo Met Ball (o tapete vermelho) e onde tudo o que vale é mostrar o glamour assinado por uma grande marca numa selfie. A aposta da designer é ir numa onda diferente e redefinir a elegância por padrões clássicos e não pelo número de likes que você ganha ao usar uma roupa famosa que as celebridades vestem. Por isso, a neutralidade e a sobriedade é o que está presente nas peças.

Apesar da intencionalidade de Chiuri, as peças vem fazendo a cabeça das damas de Hollywood mais recatadas e conservadoras como Holmes e Roberts.