OUTROS

Uma festa de aniversário com tema japonês é racismo?

Author
Uma festa de aniversário com tema japonês é racismo?

Uma mãezinha de uma cidade do estado americano de Utah provocou sem querer uma enorme discussão na internet quando ela postou no próprio blog fotos de uma festa de aniversário da filha Caitlyn. Nada de errado em comemorar o aniversário da menina, porém, o que levantou a ira de alguns internautas foi o tema de festa: a tradicional festa japonesa da Cerimônia do Chá, com direito a vestimentas que lembravam kimonos e até maquiagem ao estilo das gueixas. Você acredita que isso é ofensivo ou uma apropriação cultural? Pois alguns usuários começaram a rebater a postagem da mãe com severas críticas à ideia chamando a mulher de racista.

A mãe, que dirige um blog de planejamento de festas chamado The Gala Gals, é apenas uma das últimas pessoas a entrar no feroz debate sobre apropriação cultural, sugerindo que os mais exaltados não podem estar vivendo um bom momento em suas vidas. Havia comentários como: “ensine aos seus filhos que isso não está OK”; “Eu realmente não estou entendendo porque você acha que a apropriação cultural seria OK, a não ser que você assuma que metade desta menina (na foto) seja japonesa”; “você acharia tranquilo fazer uma festa tribal africana para sua filha? Você é uma ignorante? Sim.”; “Isso é racista porque você está usando a objetificação da mulher (gueixa) como representação de toda uma cultura”.

Uma festa de aniversário com tema japonês é racismo?

Muitas outras opiniões defendendo a tese racista da festa foram aleatoriamente emitidas no blog da pobre mulher. Não ficou clara a etnia das pessoas que criticaram, mas uma coisa foi certa: não deviam ser japonesas. Uma mulher que, de fato, não só é japonesa como também mora no Japão resolveu intervir nas postagens dos mais exaltados para defender a ideia da festa, que, na opinião dela, foi uma baita homenagem à cultura nipônica:

“Você se veste de pessoas de outros países para zombar delas? Você é provavelmente um racista. Você gosta de usar um quimono porque aprecia sua beleza e importância histórica para o Japão? Vá em frente. Um argumento forte pode ser feito, afinal, que estigmatizar o compartilhamento de elementos culturais apenas cria mais distância entre nós.”, disse a japonesa.

Uma festa de aniversário com tema japonês é racismo?

E a esse comentário mais de outros 1,500 se somaram, de japoneses de diferentes partes do mundo, saudando a ideia e desejando à menina os parabéns. Muitos do Japão, inclusive, convidaram a família para ir visitar a ilha no extremo oriente um dia, para que elas possam apreciar mais de pertinho como se faz uma real festa do chá.

E você? O que você pensa sobre a ideia de incorporar temáticas de outras etnias em festas?