Bolsonaro pede celebração da ditadura:

Bolsonaro pede celebração da ditadura:

Política
Coleção Política
Bolsonaro pede celebração da ditadura:

O presidente de direita Jair Messias Bolsonaro, fez apoio à ditadura, ou ainda, ao regime militar, que aconteceu no ano de 1964.

Por alguns conhecido como a melhor época do Brasil, por outros, conhecido como um período de opressão. Saiba mais sobre a celebração que está repercutindo e trazendo o que falar:

Celebração militar e reprovação da esquerda:

Em 1964, os militares passaram a governar o Brasil, algo que se perpetuou durante 2 décadas.

Portanto, desde 2011 não se podia comemorar a época, já que essa teria sido marcada com muita luta entre a população brasileira.

Foi a ex-presidente Dilma Rousseff que proibiu que os militares ou qualquer pessoa fizesse a celebração ao período. De acordo com notícias ela teria sido uma das vítimas do período.

Que sofreu torturas, por motivos que muitas pessoas especulam. Seria por ser protestante buscando por justiça? Por assessorar ondas de crime, em particular, um assalto? - Bem, aí fica a seu critério político e suas crenças.

Em 2011 houve essa proibição, portanto, neste ano de 2019 as coisas ficaram um pouco diferentes, o presidente Jair Messias Bolsonaro não apenas liberou como também pediu que essa data fosse comemorada.

Militares fizeram altas comemorações em relação a data, mas muitas pessoas ficaram descontentes. Em particular, a presidente de esquerda Dilma Rousseff, que deu a seguinte declaração:

“Não há nada a comemorar neste dia. Só temos que rezar pelos mortos que lutaram em prol de uma nação sem mágoas, perseguições ou ódio…. Essas comemorações mostram que estamos em tempos sombrios.”

Então ela completa - “Ignorância sobre a história”

Mas não foi apenas ela que odiou a comemoração, em particular, toda a bancada de esquerda.

O escritor Paulo Coelho após narrar a tortura vivenciada no período militar destacou “É isso que Bolsonaro quer comemorar”.

Bem, muitas pessoas também saíram às ruas para protestar.

A direita comemora:

Portanto na mesma medida em que pessoas ficam descontentes outras comemoram não apenas a data, mas também a atitude do atual presidente do Brasil.

Muitos destacam que o regime militar, assim por dizer, teria sido a melhor época e que trouxe ordem para o Brasil. Em particular na bancada temos o filho do presidente Jair Messias Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, que fez a seguinte menção:

“Obrigado militares de 64”.

A presidente da república fez a seguinte menção: “Sejam gratos por Bolsonaro não permitir que o período de 64 morra”.

E o presidente destacou que devemos lembrar do passado para termos um futuro mais próspero.

A direita comemora com passeatas de comemoração a época.

E aí? O que você pensa sobre isso? A favor ou contra? Ditadura ou regime militar? Deixe nos comentários sua opinião a respeito. 

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500