Bolsonaro pede celebração da ditadura:

Bolsonaro pede celebração da ditadura:

Política
Coleção Política
Bolsonaro pede celebração da ditadura:

O presidente de direita Jair Messias Bolsonaro, fez apoio à ditadura, ou ainda, ao regime militar, que aconteceu no ano de 1964.

Por alguns segundos, como um período de opressão. Saiba mais sobre a discussão que está sendo feita e trazendo o que falar:

Celebração militar e reprovação da esquerda:

Em 1964, os militares passaram a governar o Brasil, algo que se perpetuou durante 2 décadas.

Portanto, a partir de 2011, não é possível comemorar uma época, já que tem sido alvo de muita luta entre a população brasileira.

Foi um ex-presidente Dilma Rousseff que proibiu que os militares ou qualquer outra pessoa fizesse uma convocação ao período. De acordo com os critérios de seleção de periódicos.

Que sofreu torturas, por estranhas que as pessoas especulam. Seria por protestante buscando por justiça? Por avaliar as ondas de crime, em particular, um assalto? - Bem, com o seu relatório político e suas crenças.

Em 2011, houve um ano consecutivo, portanto, neste ano de 2019 Jair Messias Bolsonaro não apenas liberou como também pediu que essa data fosse comemorada.

Forças militares em relação a dados, mas as pessoas ficaram descontentes. Em particular, um presidente de esquerda Dilma Rousseff, que deu uma declaração a seguir:

Não há nada a comemorar neste dia. Só temos que os mortos que lutaram em prol de uma nação sem mágoas, perseguições ou ódio…. As comemorações serão que estamos em tempos sombrios. ”

Então ela completa - “Ignorância sobre a história”

Mas não foi ela mesma que odiou uma comemoração, em particular, toda a bancada de esquerda.

O escritor Paulo Coelho após narrar uma tortura vivenciada no período militar destacou “É isso que Bolsonaro quer comemorar”.

Bem, também saíram na rua para protestar.

A direita comemora:

A mesma coisa que as pessoas que enfrentam as despesas não são apenas dados, mas também uma atitude do presidente do Brasil.

These eliminam that o regime military, such as mean, have been been a better period e that couldn order for the Brasil. Em particular na bancada temos o filho do presidente Jair Messias Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, que fez a seguinte menção:

“Obrigado militares de 64”.

Um presidente da república fez a seguinte menção: “Sejam gratos por Bolsonaro não permitir que o período de 64 morra”.

E o presidente destacou o futuro do passado para termos um futuro mais próspero.

A palavra comemora com passeatas de comemoração a época.

E aí? O que você pensa sobre isso? Um favor ou contra? Ditadura ou regime militar? Deixe um comentário a sua opinião. 

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

Histórias relacionadas
1.Dicas de beleza que você não imaginava
2.Titular em todos os jogos do Brasil de Pelotas no estadual sub-20, meia Jaisson celebra rápida adaptação na equipe de juniores: ”Posso evoluir ainda mais” 
3.Mulher tem derrame após estalar o pescoço, mania comum é perigosa
4.Americano do boxe usa calção com muro de Trump e é derrotado por mexicano
5.Fatos curiosos sobre o universo Marvel 
6.Vingadores: Como escolheram qual personagem iriam morrer? 
7.Agora sim: após jogo adiado, William Massari elogia Maradona e quer que reencontro tenha desfecho diferente 
8.Cão nada até uma plataforma de petróleo a 220 km da costa, confira fotos
9.“Matei Dayse, estou me suicidando”, homem mata a ex e avisa o irmão
10.Quem é Paulo Guedes? O ministro da economia, braço direito do governo Bolsonariano....
500x500
500x500