5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente

5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente

MelindArt
Autor MelindArt
Literatura
Coleção Literatura
5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente

Uma das maiores artes da humanidade é a Literatura. Não há como não se emocionar e não sentir o poder de um bom livro. Os livros fazem com que nosso pensamento evolua, nos ajudam a compreender melhor a vida e as pessoas. Conhecimento é poder, e por isso veremos aqui 5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente.

Os livros citados aqui podem possuir estilos diferentes, mas todos demonstram com maestria a qualidade e importância da literatura na formação do indivíduo.

Dom Quixote (Miguel de Cervantes, 1605)

Dom Quixote de La Mancha é um livro fenomenal, escrito por Miguel de Cervantes no século XVII, ele conta a história de um fidalgo que não tem um cavalo imponente, um escudeiro decente e ele próprio se tornou cavaleiro por um mísero estalajadeiro. Dom Quixote não tem inimigos além dos que existem em sua mente conturbada, mas sai pelo país buscando fazer justiça.

Demian (Herman Hesse, 1919)

Demian é uma obra extraordinária escrita por um vencedor no Nobel de Literatura. Ele conta a história de Sinclair, um jovem criado em uma família religiosa. Porém, ele não se sente representado por essa doutrina, e depois que conhece Demian e faz amizade com ele, começa a perceber que a vida não deve ser vivida apenas com o lado bom das coisas. O livro debate sobre os conceitos de bem e mal, além de ser uma obra excelente para refletir sobre o sentido da vida.

5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente

Grande Sertão: Veredas (Guimarães Rosa, 1956)

Veredas é uma grande enciclopédia do Sertão, o livro aborda diversos lados da vida, com um narrador sertanejo que tenta entender e solucionar seus conflitos interiores. Riobaldo tenta nos convencer e se convencer de que é inocente quanto a alguns fatos que que ocorreram. Um suposto pacto que ele fez com o diabo, o amor por Diadorim, e as mortas que ocorrem por suas mãos.

Cem Anos de Solidão (Garcia Marquez, 1967)

O livro inteiro é de uma beleza fantástica, ele narra a história de uma família na cidade fictícia de Macondo. O patriarca da família, Aureliano, protagonizou 32 guerras civis, sendo derrotado em todas. Em Cem Anos de Solidão, o tempo parece uma criatura viva que devora as histórias, o livro fez um enorme sucesso a partir da década de 70, quando os países da América Latina viviam ditaduras. A história sobre o militarismo e a vida de nosso continente está presente nessa obra fenomenal. Aliás, Garcia Marquez venceu o Nobel da Literatura.

5 livros que são verdadeiras riquezas para a mente

Ensaio Sobre a Cegueira (José Saramago, 1995)

Ensaio Sobre a Cegueira conta a história de uma epidemia de “cegueira branca” que começou a se espalhar pelo mundo. Em pouco tempo, todas as pessoas estavam cegas e ninguém sabia o que estava acontecendo. Porém, na história, uma mulher não é afetada por essa doença. O livro é bastante metafórico e fala da importância de ajudar a quem não vê, quando você consegue enxergar. Certamente essa obra foi fundamental para que o escritor ganhasse o Nobel da Literatura três anos depois.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500