5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

Quanto você paga por uma latinha de chips da Pringles? Uns R$ 15? Ou R$ 20, talvez? E aposto que você não acha isso baratinho, né? Pois a importada que está em vários mercados brasileiros não está nem perto de ser a mais cara do planeta. Essa “honra” é dos suecos. Lá, uma caixinha especial com cinco chips (são cinco unidades mesmo) pode custar US$ 56. Sim, você leu direito: CINQUENTA E SEIS DÓLARES. 

O mais curioso é que o fabricante dessas chips superinflacionadas é uma… cervejaria! Sim, a cervejaria artesanal St. Erik’s se considera uma das melhore da Suécia e raciocinou da seguinte maneira: eles acham que sua cerveja é de primeira classe e, por isso, precisa de um aperitivo de primeira classe para acompanhá-la. Eis, então, as St. Erik’s Chips. 

O preço soa exagerado, mas o mesmo vale para a lista de ingredientes das “chips mais exclusivas do mundo”. Elas são feitas com matsutake (um tipo de cogumelo colhido nas florestas de pinheiros do norte da Suécia), alga marinha trufada (uma alga colhida nas águas ao redor das Ilhas Faroe que tem sabor de trufa), crown dill (uma erva colhida na Península Bjare, no sul da Suécia), cebola Leksand (variedade que cresce nos arredores da cidade de Leksand), e batatas Ammarnas (uma espécie que existe apenas na cidade sueca de Ammarnas).

Ah, sim. Tem mais um ingrediente: mosto de cerveja, o que já era de se esperar vindo de uma empresa que vive da bebida. Mosto é um líquido doce que vem do malte de cevada. No caso específico dessas chips, o mosto vem de uma cerveja tipo India Pale Ale e é usado congelado para dar um toque adocicado às chips. 

E aí, já começou a achar que as CINCO chips valem US$ 56? 

0