A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

ABolaPune
4 ay önce5.2k görüntüleme

A saída de Rogério Ceni do São Paulo pegou muita gente de surpresa. Ninguém acreditava que a diretoria teria coragem de dispensá-lo. Optaram pela demissão, ignorando seu passado no clube e o avaliando como treinador, apenas. Outros clubes também já fizeram o mesmo com seus ídolos.

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

Rogério Ceni sempre foi enfático que jamais abandonaria o barco no São Paulo, mesmo com a falta de resultados e apenas 11 pontos em 11 rodadas no Brasileirão. Seu ego não permitiria um pedido de demissão.

Com a equipe na zona de rebaixamento e o posicionamento do treinador, os dirigentes foram obrigados a optar pela dispensa do ídolo.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

O ex-goleiro agora engrossa a lista de ídolos que fracassaram na tentativa de dirigir seus clubes. Veja os outros:

Paulo Roberto Falcão

Há menos de um ano, o tricampeão brasileiro e grande nome do título invicto do Internacional em 1979 também caiu no clube onde fez história. A terceira passagem de Falcão como técnico do time durou só cinco jogos. Ele nunca se destacou dirigindo o Colorado. Foram 9 jogos na primeira passagem, 34 na segunda e 5 na terceira.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Júnior

O lateral ganhou tudo no Flamengo como jogador. Tentou treinar a equipe, mas a passagem foi abreviada após o vice estadual.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Tita

Habilidoso meia foi revelado no Flamengo, mas também se tornou ídolo dos vascaínos pelos seis títulos no clube, um deles o estadual diante do Rubro-Negro, no qual fez o gol da conquista. Já como treinador... Eliminação na Copa Sul Americana de 2008, resultados ruins no Brasileiro e saída inevitável.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Abel Braga

Chamado apenas de Abel, ele foi um grande zagueiro do Vasco entre os anos de 1976 e 1979. Chegou com fama de grosso e se destacou no clube, indo até para a Copa de 1978 como reserva. Treinando não clicou um ano entre 2001 e 02 e caiu sem conquistas.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Dario Pereyra

Foram 11 anos brilhando na defesa do São Paulo. O uruguaio até hoje é considerado o grande nome defensivo do clube. Como técnico, contudo, não agradou. Foi o 13° do Brasileirão de 1997 e caiu após início ruim do Rio-São Paulo do ano seguinte.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Fernandão

O goleador foi considerado o melhor jogador da história recente do Internacional, mas também pouco fez como treinador. No Brasileirão de 2012, com menos de 50% de aproveitamento, foi demitido antes de a competição terminar. Ganhou apenas 9 dos 26 jogos e saiu após resultados ruins e atritos com jogadores.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Dunga

Outro volante que teve bela carreira como jogador do Internacional. Mas o ex comandante da seleção brasileira foi bastante questionado nos 53 jogos que dirigiu o time gaúcho. Seu trabalho nunca agradou e ele se somou a outros ídolos demitidos.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Seedorf

O holandês que passou pelo Botafogo há alguns anos fez enorme sucesso defendendo as cores do Milan. O elegante jogador de meio-campo, porém, decepcionou como treinador e não durou seis meses no clube rossonero.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Romário

Poucos se lembram, mas o baixinho acumulou funções em 2007 no Vasco. Astro dentro de campo, não mostrou a mesma desenvoltura como técnico, brigou com o presidente Eurico Miranda e acabou demitido.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Paulo César Carpegiani

O Inter poderia ser considerado o rei dos fracassos de ídolos como técnicos. E Carpegiani engrossa essa lista. Campeão estadual sete vezes e de dois Brasileiros, ele pouco fez como técnico em duas passagens: em 1985 e 1989.

Ceni não foi o 1°. Veja ídolos que fracassaram como técnicos dos seus clubes

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

ABolaPune
4 ay önce5.5k görüntüleme

Dá para formar uma seleção com os jogadores com pouco espaço nos clubes que disputam o Brasileirão. E recheada de grandes nomes, melhor até que muitas equipes titulares que disputam a competição. Atletas como Conca, Borja, Diego Cavalieri, Marquinhos Gabriel, Arouca...

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

Cientes que precisam ter elencos fortes, os dirigentes não medem esforços para contratações. Trazem tanta gente que acaba faltando espaço no time titular e alguns craques acabam esquecidos no banco de reservas.

Borja chegou com pompa de solução para a camisa 9 do Palmeiras, mas ainda não se adaptou ao futebol brasileiro e virou reserva de luxo no atual campeão nacional.

Óbvio que ainda vai decolar, só que vê-lo na reserva é lamentar a ausência de um astro no campo. Muitas equipes gostariam de tê lo jogando. Assim como Arouca, baita volante que anda encostado no Verdão e ainda mais desprezado com a recente contratação de Bruno Henrique.

Por questão de preferências de treinadores, determinados jogadores acabam perdendo espaço em times por mais habilidoso e importante que seja.

Cuca não desistiu de Borja, assim como outros astros também devem ganhar chance nas equipes que estão, mas no momento, é doloroso para quem ama futebol ver tanto talento desprezado. Veja alguns exemplos:

Conca

Argentino chegou ao Flamengo como solução para o meio, quase não vem atuando e sofrerá para cavar um espaço com Diego jogando o fino da bola e a contratação de Everton Ribeiro.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Sidão

O goleiro chegou sob recomendação de Rogério Ceni ao São Paulo e assumiu a condição de titular. Uma contusão atrapalhou a sequência de jogos e Renan Ribeiro acabou se firmando. Ele agora amarga a reserva.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Diego Cavalieri

O goleiro perdeu a condição de titular após algumas falhas e agora também amarga o banco de reservas. O Flamengo tentou sua contratação, em vão.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Marquinhos Gabriel

Paga pelo mau desempenho do time em 2016 e chegou a figurar em listas de dispensa. Com contrato, permaneceu e uma vez ou outra começa a ganhar chances.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Lucas Silva

Volante foi emprestado pelo Real Madrid ao Cruzeiro acreditando que seria titular absoluto. Contudo, não ganhou espaço e é um reserva de luxo.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Alecsandro

Saiu do Palmeiras para ter mais chances no Coritiba e só atuou nos últimos jogos por causa de suspensão de Kleber. Com o efeito suspensivo do titular, deve novamente voltar para o banco.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Arouca

Um bom e experiente volante que virou peça de decoração no elenco palmeirense. Não fica sequer no banco, imagine jogar.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Lugano

Até entrou nos últimos jogos com a saída de alguns titulares, mas o ídolo da torcida passa a maior parte do tempo sentado ao lado de Rogério Cena como se fosse um auxiliar técnico.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Luan

Campeão e xodó da torcida do Atlético-MG virou jogador de 15 minutos finais. E quando atua, pois o ataque titular tem Fred e Robinho e os reservas que ganham mais chances são Rafael Moura, Valdivia e Marlone.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Thiago Ribeiro

Levir Culpi até testou o atacante, mas parece que não deve dar sequência de jogos ao jogador. Sem ganhar muito espaço no clube, pode ser negociado em breve.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Rodrigão

O centroavante tem situação ainda pior, pois mesmo com a ausência de Ricardo Oliveira, machucado, sequer foi testado. Já pediu até para ser emprestado a outro clube.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Andrezinho

Desprezado por Cristóvão Borges, meia havia recebido novas chances de Milton Mendes no Vasco. Agora amarga a reserva e quase não entra nas partidas.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes

Gilberto

O centroavante sempre faz seus gols nos jogos em que ganha chance no São Paulo. Mesmo assim Rogério Ceni não acha uma vaga no time titular para ele.

Conca, Borja, Cavalieri... Sobram jogadores bons com pouco espaço nos clubes
Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil