A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil

ABolaPune
há 25 dias26.3k visualizações

Desde o anúncio da lesão de Thiago e a confirmação que Alex Muralha defenderia o Flamengo na final da Copa do Brasil diante do Cruzeiro, os rubro-negros faziam premonição de que o título sairia nos pênaltis e o criticado goleiro definiria a conquista. A taça realmente veio nos tiros livres, mas Muralha não defendeu nenhum, brilhou a estrela de Fábio ao segurar o chute de Diego e a taça fica com os mineiros pela quinta vez.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil

Ao lado do Grêmio, o Cruzeiro novamente figura no topo de conquistas da Copa do Brasil. Ambos são pentacampeões, deixando um pouco mais distantes Flamengo, Corinthians e Palmeiras, com três conquistas.

De quebra, o time mineiro é o primeiro representante brasileiro na Taça Libertadores de 2018. O Corinthians, líder do Brasileirão, está quase lá, enquanto o Grêmio tenta se garantir com o título da atual edição - está nas semifinais.

Numa decisão onde todas as atenções estavam depositadas num goleiro, o pobre Alex Muralha, na maior fogueira da carreira, foi Fábio quem saiu de campo como herói. Enquanto o flamenguista não conseguiu defender nenhuma cobrança, o camisa 1 do Cruzeiro decolou para defender a cobrança do craque flamenguista Diego naquela que seria a defesa decisiva da final.

Depois de 90 minutos apreensivos e de pouco inspiração de ambos os lados, final com 0 a 0 e quem tivesse mais cabeça fria nos pênaltis sairia como herói. E aí valeu a experiência do goleiro cruzeirense.

Thiago Neves, que dia desses falhou num pênalti pelo Brasileirão, foi o responsável pela cobrança derradeira. Escorregou, quase tocou duas vezes na bola, mas mandou-a no ângulo para delírio dos mais de 60 mil torcedores presentes no Mineirão: 5 a 4. Festa linda e mais do que merecida dos comandados de Mano Menezes.

Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil
Muralha não defende pênaltis, Fábio brilha e Cruzeiro é penta da Copa do Brasil

Fotos: André Yanckous/AGIF

Oswaldo de Oliveira é salvação do Atlético-MG? 5 motivos para torcida desconfiar

ABolaPune
há 25 dias35.3k visualizações

A diretoria do Atlético-MG resolveu trocar a juventude de Rogério Micalle pela experiência e carisma de Oswaldo Oliveira para tentar salvar um dos piores anos da história do clube.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Oswaldo de Oliveira é salvação do Atlético-MG? 5 motivos para torcida desconfiar

Após série de vexames e derrotas dolorosas no Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e, sobretudo na Libertadores, a equipe não se encontra no Brasileirão e sofre com a proximidade perigosa da zona de rebaixamento.

A chegada do boa praça Oswaldo de Oliveira seria a salvação do Atlético-MG? Torcedores torceram o nariz com o anúncio da contratação e aqui listaremos 5 motivos para essa preocupação aumentar ainda mais:

1 - Sem resultados imediatos

Oswaldo não costuma "fazer a diferença" logo de cara nos clubes que dirige. O resultado de seus trabalhos é de longo prazo. E como o Galo necessita de respostas imediatas, isso pode pesar.

2 - Não é linha dura

Em situação delicada na tabela, com apenas três pontos da zona de rebaixamento, o elenco mineiro precisa de um técnico linha dura para dar uma chacoalhada no grupo. E Oswaldo é do tipo paizão, tranquilo acima do normal com seus atletas.

3 - Altos e baixos sob pressão

Contratado na reta final do Brasileirão passado pelo Corinthians sob pressão de conquistar uma vaga na Libertadores, treinador sucumbiu diante das cobranças e acabou caindo com poucos jogos de trabalho. Na ocasião, o time alternava muito, não conseguindo ganhar duas seguidas.

4 - Paciência curta

Se com os jogadores seu estilo é bem tranquilo, Oswaldinho não costuma saber lidar com a cobrança dos torcedores e vira e mexe anda batendo boca com a turma da arquibancada. E a torcida do Galo é muito exigente e pouco paciente.

5 - Problemas com as defesas

Desde que deixou de ser auxiliar para se aventurar na carreira de treinador, lá no fim dos anos 90, Oswaldo sofre para arrumar seus setores defensivos, um problema crônico do atual Galo. E isso pode ser um peso a mais para o técnico.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil