A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

ABolaPune
há 8 meses4 visualizações

As torcidas de Palmeiras e São Paulo estão em festa e eufóricas: no mesmo dia os clubes rivais abriram os cofres e investiram pesado na contratação de seu homem-gol, o clássico e raro camisa 9. As transações estão entre as 10 mais caras do País.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Borja chega do Atlético Nacional, da Colômbia, para fechar o já forte elenco do Palmeiras, que pretende conquistar a Libertadores e também o Mundial.

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

Descontente no Atlético-MG, Pratto agora fará seus gols pelo São Paulo. A contratação do grandalhão argentino foi uma exigência do técnico Rogério Ceni que queria muito um "matador" de impacto.

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

Com ajuda da patrocinadora Crefisa, o Alviverde investiu R$ 32,7 milhões para acertar com o destaque do atual campeão dá Libertadores. Borja até já posou com a camisa do Verdão.

Pratto se despediu do Galo descontente por ficar na reserva de Fred e agora será titular absoluto no São Paulo, que gastou R$ 22 milhões para sanar uma de suas maiores dificuldades: marcar gols.

As duas transações estão entre as 10 maiores já realizadas no futebol brasileiro. Veja o Top 10

10° - Ricardinho

O meia trocou o Corinthians pelo São Paulo em 2002 por R$ 20,1 milhões

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

9° - Maicon

O Tricolor investiu pesado para ficar em definitivo com o zagueiro do Porto ao pagar R$ 22 milhões

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

8° - Pratto

São Paulo pagou R$ 22 milhões pelo atacante do Atlético-MG

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

7° - Ganso

Por R$ 23,9 milhões, o maestro deixou o Santos para defender as cores do São Paulo em 2012

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

6° - Mascherano

O volante argentino foi um dos galácticos comprados pelo Corinthians em 2005. Para tirá-lo do River Plateia, o Timão pagou R$ 25 milhões

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

5° - Nilmar

O atacante trocou o Lyon pelo Corinthians em 2006 por R$ 27,6 milhões

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

4° - Borja

O artilheiro sai do Atlético Nacional para o Palmeiras por R$ 32,7 milhões

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

3° - Alexandre Pato

Uma das negociações mais caras (junto ao Milan) e frustradas da história do Corinthians, que gastou R$ 40,5 milhões em 2012 por um dos seus maiores micos

Palmeiras e São Paulo investem alto num 9: veja as 10 maiores transações do País

2° - Leandro Damião

Outra baita e cara barrigada de um time. Para comprar o centroavante do Internacional, o Santos gastou R$ 41,6 milhões e não obteve êxito

1° - Tevez

A grande contratação do futebol brasileiro deu muito certo com título brasileiro em 2005 no Corinthians. Graças às parceira MSI, o time fechou com o argentino por R$ 60,5 milhões

A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga

ABolaPune
há 8 meses3 visualizações

O fairplay no futebol vem se destacando nos últimos anos para o bem da modalidade. E ele fez valer ainda mais a classificação do Atlético Tucumán à próxima fase da Libertadores. O clube argentino viveu uma enorme epopeia para jogar em Quito e podia ter caído por W.O.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Tudo por causa de falhas na logística da equipe. Para fugir da altitude de Quito (2,8 mil metros), os argentinos escolheram treinar em Guayaquil. Preparação feita, início do martírio, com a não liberação do voo fretado com uma empresa chilena.

A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga

O jogo estava marcado para 22:15 e o clube chegaria poucas horas antes à capital equatoriana para encarar o El Nacional. Mas sem voo...

O W.O. parecia certo. Não havia como chegar a tempo. Surge a possibilidade de novo voo, mas sem parte dos dirigentes e torcedores. E a aceitação do rival de esperar por 45 minutos, como manda o regulamento.

Lá se foram 19 jogadores e seis integrantes da comissão técnica rumo a uma corrida contra o tempo. E com outra preocupação: os uniformes não vieram no voo.

Às 22:25 o avião pousa. Havia ainda o translado até o estádio, o problema da roupa e com o relógio. Pegaram um ônibus com uma espécie de piloto de corridas. Escoltados e em alta velocidade (chegou a andar a 130 km por hora), enfim chegaram no estádio.

Dirigentes argentinos providenciaram um uniforme emprestado da seleção sub-20 que disputa o Sul-Americano em Quito ao Tucumán. O El Nacional aceitou esperar por mais 30 minutos.

Depois da aventura e com quase 1h30 de atraso o Atlético Tucumán estava em campo, sem direito a aquecimento, para mais 90 minutos de aventura. Vestido de seleção, fez 1 a 0 com Zampedri - foi 2 a 2 em casa - e carimbou a vaga após um dia muito louco.

A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga
A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga
A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga
A epopeia do Tucumán: voo atrasado, corrida ao campo, uniforme emprestado e vaga
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil