A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

ABolaPune
há 4 meses948 visualizações

Chegou a época do ano que deixa dirigentes contentes e técnicos sem dormir. com Brasileirão nas primeiras rodadas e Copa do Brasil, Libertadores e Sul-Americana nas fases decisivas, muitos treinadores têm de 'esquecer' o próximo adversário e se preocupar com a temida janela europeia de transferências. E o temor é grande.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Enquanto os diretores já sonham com as altas cifras que darão alívio nos cofres dos clubes, técnicos fazem apelo para não perderem peças importantes justamente no momento em que começam a dar engrenagem às equipes. As vendas, contudo, são inevitáveis.

O zagueiro Vitor Hugo acaba de se despedir do Palmeiras a caminho da Fiorentina. Cuca lamentou a saída. Assim como Rogério Ceni ficou triste com a saída de Luiz Araújo para o Lille. Thiago Mendes também deve ir para o clube francês, apesar do apelo do comandante para que fique. E outras baixas podem acontecer.

Veja quais jogadores os principais clubes brasileiros podem perder nessa janela europeia:

São Paulo

Rogério Ceni já adiantou que com saída de jogadores fica complicado brigar por conquistas. Mas ainda vê outras peças do elenco bastante cobiçadas como o goleador Lucas Pratto, o lateral Junior Tavares (recebeu proposta do Ajax) e o zagueiro Rodrigo Caio.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Flamengo

O Rubro-Negro abriu os cofres para trazer Everton Ribeiro, Rodolpho e Geuvânio, mas já vendeu Vinicius Jr. E vê os europeus com olhos grandes para cima do peruano Guerrero.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Grêmio

Toda janela é a mesma coisa: os gringos chegam com tudo para tentar fechar com o bom zagueiro Pedro Geromel e o habilidoso atacante Luan. Os gaúchos até admitem negociar, desde que a oferta seja irrecusável. A preço de bananas nem querem conversa.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Santos

A direção já revelou que precisa vender ao menos um jogador para aliviar o caixa e o volante Thiago Maia, observado pelo PSG, pode fazer as malas em breve.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Corinthians

O bom início de Brasileirão deixou o Corinthians em evidência e as sondagens no elenco começaram. Guilherme Arana (clube diz que só vende se for por R$ 50 milhões) e os selecionáveis Fagner e Rodriguinho são os mais cotados a serem negociados. Balbuena garante que fica.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Fluminense

Richarlison ficou balançado com proposta do Palmeiras, o que causou mal estar entre os clubes. Não vai para o Verdão, foi reintegrado, mas agora vê a Lazio se interessar. O Ajax corre por fora. Artilheiro do Brasileirão, Henrique Dourado virou alvo do Sporting.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Cruzeiro

O presidente Gilvan de Pinho revelou que o goleiro Fábio e o argentino Ábila receberam propostas de fora do país, mas aposta na permanência de ambos. O atacante chama a atenção pelos gols em sequência.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Ponte Preta

Gibson Kleina já ficou sem William Potker (foi para o Inter) e Clayson (acertou com Corinthians) e agora está perdendo o meia Ravanelli para o futebol russo.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências


Sport

Segurar o atacante Diego Souza é a grande missão da direção do clube pernambucano. O astro do clube está em evidência, sobretudo pelo bom desempenho em amistoso com a seleção brasileira, e já desperta interessa de muita gente, até mesmo no País.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Vasco

Nenê ficou no banco de reservas nos últimos jogos, mas ainda é o grande nome do time e pode sair. Douglas vem surpreendendo com ótimas apresentações e seria uma perda imensa caso seja negociado.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Palmeiras

Com muito dinheiro em caixa, o Alviverde dificilmente vai se desfazer do forte elenco. Mas Roger Guedes andou recebendo sondagens. E Dudu sempre está na mira dos europeus.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Atlético-MG

Elenco forte que ainda não mostrou serviço, o Galo sempre vende algum jogador na janela europeia. Quem pode sair agora são o lateral Marcos Rocha e os meias Cazares e Otero.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências
Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

Botafogo

Com elenco enxuto, o time carioca sabe que não pode perder peças e tenta lidar bem com o assédio sobre o meia Camilo.

Próximo rival no Brasileirão? Técnicos temem é janela europeia de transferências

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

ABolaPune
há 4 meses602 visualizações

Rogério Ceni teve um ano sabático em 2016. Logo após a despedida no fim de 2015, ele definiu que gostaria de ser treinador e se dedicou aos estudos. Primeiro no País, depois viajou para fazer curso na Federação Inglesa para formação de técnicos. Queria assumir o São Paulo em 2018, mas abreviou a estreia na profissão e em seis meses ainda não mostrou a que veio.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

É cedo para uma avaliação, contudo o 'professor' Rogério Ceni está muito aquém do esperado. Seu São Paulo ainda não engrenou e está distante de transmitir a segurança que o ex-goleiro passava quando estava em campo.

O torcedor respeita muito o Mito. Não esconde, entretanto, a preocupação com a demora para o time se firmar. Falta confiança e segurança no São Paulo de Ceni. Veja 7 motivos que deixam o são-paulino desconfiado sobre o trabalho do treinador:

1 - Sem esquema definido

Em quase seis meses de trabalho, Rogério Ceni ainda não definiu o esquema da sua equipe. Começou o ano com três atacantes, voltou para o tradicional 4-4-2 e agora aposta em três zagueiros, o que deixa muita gente confusa.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

2 - Quais os titulares?

Outro problema do comandante é não ter os 11 titulares escolhidos. A cada jogo vemos uma escalação diferente, o que dificulta muito no entrosamento e, por consequência, custa resultados.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

3 - Péssimo visitante

Se no Morumbi o São Paulo vem atropelando seus adversários, fora de casa a equipe é uma presa fácil aos rivais, acumulando derrotas em série.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

4 - Impaciência

Diferentemente de alguns treinadores que dão sequência de jogos para alguns atletas, Rogério Ceni não tem paciência com alguns e acaba sacando-os do time titular. A começar pelo gol que já teve Sidão, Denis e agora Renan Ribeiro.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

5 - Efeito gangorra

O time de Ceni não consegue encaixar uma série de vitórias e sofre muito pelos altos e baixos. No Brasileirão, por exemplo, amarga um perde e ganha incrível. Ganhou três e perdeu três. No ano, só por duas vezes ganhou três jogos seguidos, mesmo jogando um Estadual contra oponentes mais fracos.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

6 - Aproveitamento baixo

O São Paulo não conseguiu ganhar nem metade das partidas disputadas em 2017: foram 14 triunfos em 32 disputas, além de 7 derrotas e 11 empates, o que dão desempenho de 55,2%, baixo para técnico de time grande.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

7 - Ego alto

Desde quando era jogador, Rogério Ceni sempre se achou o dono da razão - não assumia suas falhas. Ele não aceita críticas também como técnico e vira e mexe anda dando respostas atravessadas e mal-educadas para jornalistas que questionam seu trabalho. Também já andou se bicando com alguns jogadores.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil