A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Santa Cruz foi ao fundo do poço, sofreu para sair, não aprendeu, e revive drama

ABolaPune
há 2 meses1.7k visualizações

Dizem que aprendemos com os erros, que os tombos servem para darmos a volta por cima na vida. O ditado serve também para times de futebol, mas nem todos parecem segui-los à risca. Que o diga o Santa Cruz. Depois de três rebaixamentos seguidos, o clube pernbucano saiu do buraco em 2015, mas parece não ter aprendido e agora revive o drama.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Santa Cruz foi ao fundo do poço, sofreu para sair, não aprendeu, e revive drama

Em 2008, o Santinha, time mais popular do Recife e um dos mais queridos do Nordeste, amargou o maior vexame de sua história ao sofrer o terceiro rebaixamento seguido. Saiu da elite em 2006 para a Série D em 2009.

Passou algumas temporadas no fundo do poço, só saiu da Série D em 2011, e demorou 10 anos para retornar à elite. Quase fechou as portas por causa das dívidas, teve energia elétrica e a água cortadas e limitou a jornada de trabalho dos funcionários a meio período para não precisar fornecer alimentação. Salários atrasaram por oito meses.

Em 2015 veio o acesso à Primeira Divisão e promessa de dias melhores. Títulos pernambucano e da Copa do Nordeste sugeriam um Santa Cruz renascido. E o que dizer da liderança do Brasileirão naquele ano após duas grandes vitórias?

O Santinha começou com tudo na elite em 2016, mas rapidamente caiu. A queda foi tão brusca que o time amargou o rebaixamento. Novamente na Série B, queria redenção nesta temporada e até rondou na zona de acesso. Erros contínuos, outro desabamento brusco e lá está a Cobra Coral mais uma vez numa zona de queda, flertando com a Série C. Acorda Santa Cruz, você não merece novo drama.

Santa Cruz foi ao fundo do poço, sofreu para sair, não aprendeu, e revive drama
Santa Cruz foi ao fundo do poço, sofreu para sair, não aprendeu, e revive drama
Santa Cruz foi ao fundo do poço, sofreu para sair, não aprendeu, e revive drama

Estados Unidos queriam se tornar uma potência no futebol. Podem nem ir à Copa

ABolaPune
há 2 meses2.5k visualizações

Norte-americanos querem ser os melhores em tudo o que fazem, são perfeccionistas e normalmente obtêm êxito. Mas no futebol... Desde 1994, quando sediaram a Copa, a missão era a de se tornarem potência no mundo da bola. Não conseguiram (ainda) e correm o risco até de perderem seu primeiro Mundial após sete participações consecutivas.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Estados Unidos queriam se tornar uma potência no futebol. Podem nem ir à Copa

Ainda que pequeno, o risco de não ir à Copa do Mundo de 2018 na Rússia assusta. Restam três rodadas para o fim do Hexagonal das Eliminatórias da Concacaf e os EUA disputam a terceira vaga direta com Honduras e Panamá. O México (17 pontos) já está na Copa e Costa Rica (14) muito próxima após calar os norte-americanos com 2 a 0 fora de casa.

Os dois próximos jogos dos EUA são justamente diante dos concorrentes diretos. Visita Honduras (soma os mesmos oito pontos) e hospeda o Panamá (tem sete). Fecha a Eliminatória na casa de Trinidad e Tobago (3).

Com sinal de alerta ligado, os jogadores norte-americanos terão de melhorar muito o desempenho em campo para evitar um grande vexame. Vão conseguir?

Estados Unidos queriam se tornar uma potência no futebol. Podem nem ir à Copa
Estados Unidos queriam se tornar uma potência no futebol. Podem nem ir à Copa
Estados Unidos queriam se tornar uma potência no futebol. Podem nem ir à Copa
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil