A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A Bola Pune
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'

ABolaPune
há 6 meses860 visualizações

O futebol é legal por causa de suas loucuras. Num único fim de semana ele nos proporciona todo tipo de sentimento que um torcedor podia imaginar: amor, paixão, emoção, raiva, comoção, apreensão, alegria e até revolta. Sim, pois não podemos ficar indiferentes com os babacas que se dizem torcedores do Criciúma. O mundo da bola pirou.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

É tanto coisa estranha que aconteceu em apenas dois dias que fica até difícil escolheu a mais chamativa. E a Europa não fica para trás.

Como já alertei no começo do texto, a decepção fica para o clássico entre Criciúma e Chapecoense onde idiotas (desculpe o termo) resolveram usar de uma tragédia para provocar um rival. LAMENTÁVEL.

Como o engraçado e o amor sempre são mais marcantes no mundo da bola, que eles aparecem primeiro.

Péssimo ator

Jogador costuma simular faltas. O rival toca em seu braço e ele leva a mão no rosto. Neste domingo, o técnico do Inter, Antônio Carlos Zago, mostrou que é um péssimo ator. O jogador do Caxias encostou em seu ombro e ele caiu, rolando, simulando golpe na face. Ridículo.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'
Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'
Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'


Bronca exagerada

No mesmo jogo, o técnico do Caxias, Luiz Carlos Winck, gritou com uma gandula para que não devolvesse a bola ao Inter (perdia por 1 a 0) com tanta pressa. A moça foi às lágrimas com a bronca, mas depois acabou consolada pelo treinador.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'

Perdi a conta

O Remo está na decisão do Paraense diante do rival Paysandu. Mas para chegar à final precisou de interminável série de cobranças de pênaltis. Só carimbou a vaga contra o Independente após 24 cobranças e triunfo por 10 a 9.

Piti sem razão

Dudu ficou louco com a anulação de seu gol em impedimento e protestou muito. Chegou a se jogar no chão de raiva. Que papelão.


Piti sem razão (parte 2)

Borja não aceitou ser substituído diante da Ponte Preta e mesmo vaiado após nova partida decepcionante, saiu bravo e deu um chute num copo d'água em direção aos companheiros que estavam no banco.


Feio ou bonito na foto?

A torcida do Santa Cruz não aceitou ver a eliminação do time diante do Salgueiro no Pernambucano e invadiu o campo. Ao invés de coibir a ação dos vândalos, o policial aparece tirando fotos no gramado. Diga xis.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'

Jogo sem torcida?

Na França, os torcedores do Saint-Ètienne não aceitaram que a equipe recebesse o Rennes com arquibancadas vazias - tinha de cumprir punição e atuar com portões fechados - e invadiu o estádio. Mas os invasores só fizeram atrasar o jogo, pois o árbitro parou a partida até que todos fossem retirados.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'

Fair play castigado

Rodrigo Caio evitou a suspensão de Jô ao assumir que foi ele quem pisou em Renan Ribeiro há uma semana. O atacante jogou a volta da semifinal do Paulistão e fez o gol corintiano no 1 a 1 com o São Paulo. O clube ainda tirou sarro do rival com #GodOfClassicos pelo fato de o artilheiro anotar em todos os clássicos e pelo fato de o o São Paulo chamar Maicon de Deus da zaga.

Técnico simulando, pênaltis intermináveis, gandula chorando... O futebol 'pirou'

Drible no juiz

Wellington fez de tudo na surra do Fluminense sobre o Vasco. Sofreu pênalti, fez gol e até driblou o juiz caído no chão. OLÉ.


Cadeia neles

Por fim, temos de registrar a babaquice que os torcedores do Criciúma inventaram para provocar a Chapecoense. "ÃO, ão, ão, abastece o avião", foi uma das piores coisas que já vi em nosso futebol. Dá vontade de chorar com tanta falta de respeito ao ser humano, às famílias que perderam entes queridos num acidente aéreo.

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

ABolaPune
há 6 meses999 visualizações

O futebol brasileiro demorou muito para se render aos gols de estrangeiros. Sob a soberba de que tínhamos os melhores atacantes do mundo, o investimento em gringos era apenas nos setores defensivos. Hoje os homens de frente 'importados' são indispensáveis e muitos vêm se destacando.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A prova de que os clubes brasileiros não vivem sem um jogador ofensivo estrangeiro vem da colaboração que eles dão. Quase 15% dos gols dos clubes são feitos por eles e aqui você conhecerá os mais ofensivos.

E não importa o clube, todos têm ao menos um meia ou atacante com sotaque espanhol. Alguns mais de três, uma prova que precisamos recuperar nossa fábrica de goleadores.

O ano está no começo ainda, os clubes passam dos 20 jogos agora, e todos os representantes da Série A já tiveram ajuda dessa imprescindível mão de obra.

Veja aqui os principais goleadores estrangeiros da temporada:

Ábila, Cruzeiro

O argentino não é titular de Mano Menezes e mesmo assim já anotou 9 gols no ano

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Guerrero, Flamengo

O peruano vem se destacando no Flamengo e já deixou sua marca 8 vezes na temporada

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Bolaños, Grêmio

O atacante equatoriano recuperou a condição de titular em 2017 e vem fazendo a diferença. Já são 8 gols.

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Cueva, São Paulo

Antes de se contundir, o peruano vinha jogando o fino da bola e já havia marcado 7 gols. Ele está de volta para recolocar o time nos trilhos.

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Pratto, São Paulo

Grande contratação do Tricolor para a temporada, o goleador argentino já anotou 6 gols nessa curta temporada com o time.

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Arrascaeta, Cruzeiro

O meia uruguaio estava sem espaço no fim de 2016, recuperou a vaga e já fez 4 gols

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Sornoza, Fluminense

A contratação do meia equatoriano deu muito certo e são 4 gols além de várias assistências

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Borja, Palmeiras

O goleador chegou para atuar nos principais jogos do campeão brasileiro e não decepcionou, com 4 gols

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano

Otero, Atlético-MG

Ele não é titular do Atlético-MG, mas vem se destacando. São 4 gols do meia peruano.

Mão de obra indispensável : veja os estrangeiros que mais marcaram gols no ano
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
ABolaPune
Equipe Storia Brasil