HOLLYWOOD

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro
10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Nossa, “a melhor série de 2016”, quanta ousadia! Em tempos de Black Mirror, Mr. Robot, Game of Thrones, House of Cards e tantos outros seriados recheados de atores de primeiro nome e roteiros bem escritos, como diabos a estreante Westworld, produzida pela HBO, chegou arrebentando assim? Pois bem, se você perdeu, leia a lista abaixo pra entender. Mas leia uma vez só. Depois, corra pra dar um jeito de ver os dez episódios.

1. A história

Um “parque” onde humanos entram para viver suas próprias aventuras no Velho Oeste junto a atores, só que esses atores não são humanos. Eles falam como humanos, agem como humanos, mas são os “anfitriões”: robôs que dão vida ao local. A série se desenvolve acompanhando as aventuras de humanos que vão conhecendo o local, mas também com uma série de acontecimentos estranhos com os anfitriões, o que dá a entender que eles podem ser um pouco mais do que robôs programados para executarem suas linhas do tempo.

2. Ed Harris e Anthony Hopkins

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Dois gigantes em atuações brilhantes. Um dentro do “parque”, outro fora. Hopkins é o cérebro do lugar. Foi um dos criadores do parque. Sabe de quase tudo que acontece com suas criações - inclusive as anomalias - e dá margem para que o espectador sempre acredite que ele sabe mais do que revela. Harris é um cliente do parque que vai em busca de uma aventura diferente. Aproveita-se da regra da casa (anfitrião não pode ferir cliente) para sair matando a torto e a direito até alcançar seu objetivo.

3. Teorias e mistérios

ATENÇÃO: ESTE VÍDEO CONTÉM SPOILERS!!!

A cada episódio, Westworld joga no ar um novo mistério. É assim na primeira metade da temporada. Para cada descoberta que o espectador faz, a série deixa uma dúvida diferente. Isso inclui personagens e até a hipótese de timelines diferentes sendo mostradas ao mesmo tempo. Os sites de teorias especulativas fizeram a festa durante a primeira temporada. O que não faltou foi mente criativa tentando entender o que acontecia em Westworld.

4. Andamento correto

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Lembram de Lost? Westworld é outra série produzida por JJ Abrams, mas que acerta onde a outra errou rude. Lost tinha uma obsessão por jogar mais e mais mistérios na tela, sem dar respostas suficientes. No fim, acabou deixando muitas questões no ar e frustrando o público. Westworld vai se revelando na medida certa, aos poucos. Logo no quarto episódio, você vai descobrir algo que parecia algo a ser desvendado só no finale. E, mesmo assim, sobra bastante coisa para um finale espetacular.

5. A mente de Jonathan Nolan

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Se sobraram teorias diferentes e se o público ficou quebrando a cabeça para tentar desvendar Westworld, a maior parte do mérito deve ficar com o roteirista e criador da série, Jonathan Nolan. Foi da mente de Nolan que saíram filmaços como Amnésia, O Grande Truque, Interestelar, Person of Interest e os dois últimos Batmans da trilogia dirigida por Christopher Nolan - irmão de Jonathan.

6. Sexo e violência na medida certa

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Westworld é uma série da HBO, então você sabe que vai ter duas coisas: sexo e violência. Ainda mais tendo o velho oeste como pano de fundo, né? Não tinha como mudar muito. Além disso, são as duas coisas que os clientes do “parque” mais buscavam lá. O que Westworld faz muito bem é encontrar a medida certa para isso. Há cenas quentes e fortes com a mocinha Evan Rachel Wood e também com Rodrigo Santoro, o bandido sedutor, mas não há exagero.

7. Evan Rachel Wood

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

A protagonista Dolores Abernathy é um personagem muito mais profundo do que a bela mocinha à espera do mocinho salvador (e o espectador vai descobrindo isso aos poucos), e Evan Rachel Wood dá um espetáculo nele. Uma escolha ruim de atriz para Dolores quebraria a série. Wood dá vida a Westworld, mostrando um personagem forte, que é a chave do mistério mais misterioso, mas com a doçura suficiente para apaixonar marmanjos nos sofás do mundo inteiro.

8. Filosofia

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

Como toda boa história que envolve robótica, Westworld tem um quê de Asimov e abrange questões envolvendo inteligência artificial, consciência humana e outros pontos abordados em filmes como Homem Bicentenário, Eu Robô, Matrix e até O Exterminador do Futuro. Durante todo o tempo, imagina-se um mundo onde a criação toma o lugar do criador. Westworld deixa esse suspense pairando no ar durante toda a primeira temporada.

9. Finale revelador

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

 Sim, Westworld foi revelando mistérios aos poucos, mas guardou o maior deles para o fim, com um episódio especialíssimo, com 1h30min de duração, cheio de ação e cenas gloriosas.

10. Gancho gigante

10 motivos para você ver (ou rever) Westworld, a melhor série de 2016

O último ato é magistral. Uma sequência inesperada, logo após a grande revelação, de deixar queixos caídos. E tudo isso termina com um gancho fortíssimo para a segunda temporada. Um brinde a Westworld.