FILMES

3 questões importantes sobre Resident Evil 7

Autor

Vinte anos. A franquia Resident Evil, inegavelmente, é uma das de maior sucesso na história dos games. Tanto que foi levada com igual sucesso às telonas. Já são seis filmes, um recorde registrado no livro Guinness (mais adaptações para o cinema de um game). E vem aí Resident Evil 7, com lançamento previsto para janeiro de 2017. 

Embora muitos críticos venham dizendo que RE7 ainda é bem fiel ao estilo original de 1996, sempre fica aquela dúvida: o que vem por aí é um caça-níqueis o um game que vai fazer jus à fama da franquia? Pois bem. Há três questões que nos ajudam a responder essa pergunta.

1. O que é o estilo Resident Evil?

3 questões importantes sobre Resident Evil 7

O gênero leva o rótulo de terror de sobrevivência, e RE7 se encaixa aqui. Além disso, o novo game tem muitos dos elementos do primeiro Resident Evil. Ou seja, você não vai se sentir jogando um game completamente diferente. Há uma sensação familiar aqui com as ervas para repor energia, a combinação de itens para formar cosas úteis, e o arsenal é bastante conhecido: faca, pistola, metralhadora, lança-chamas, ou seja, tudo que você já viu e curtiu num bom Residente Evil.

Além disso, a sensação do jogo é a mesma do original. É preciso explorar, juntar peças de um quebra cabeça, solucionar mistérios e encarar criaturas estranhas que aparecem do nada. E isso tudo naquele clima de suspense que vai fazer você querer desligar o console quando estiver sozinho em casa - e você vai dormir mal, acredite.

2. O que faz RE7 diferente dos outros games da franquia?

3 questões importantes sobre Resident Evil 7

Talvez a maior diferença seja o fato de o personagem principal, Ethan, estar menos preparado para o que vai enfrentar. Nos outros REs, o gamer controlava oficiais de forças de elite ou personagens quase super-humanos. Ethan não é nada disso. Ele começa a história sem nada - nem uma faquinha - e precisa se virar.

Além disso, RE7 tem um ritmo diferente. Como não é preciso mais matar hordas de zumbis, o game cria maneiras diferentes de te manter nervoso, ansioso e até com medo - mesmo sabendo que é só um joguinho.

3. E dá medo mesmo? 

3 questões importantes sobre Resident Evil 7

Claro que dá. Se não fosse assim, não seria um típico Residente Evil. E que fique claro agora: RE& faz jus à franquia. O gamer acaba se sentindo como um protagonista de filme típico de terror. Tenso o tempo inteiro, sabendo que a morte pode estar atrás de uma porta ou de uma cortina. Afinal, você está sozinho (ou não) numa casa gótica e precisa sobreviver.