PALADAR

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Автор

A cerveja é a terceira bebida mais popular do planeta (perde só da água e do chá). A gente comemora com ela, chora com ela, usa ela como pretexto para encontrar amigos e aposto que você, ao ler este primeiro parágrafo, já está planejando algo com alguma cerveja para algum momento de hoje.

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

A cerveja é também uma das bebidas mais antigas da humanidade. Há registros de até 5000 AC. Quase todas civilizações tomaram cerveja em algum momento ha história. Mas é curioso que hoje em dia se saiba tão pouco sobre suas origens e alguns de seus porquês. E algumas dessas histórias são bem interessantes. Quer ver?

1. A cerveja mais cara do muito custou US$ 2.583

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Foi uma garrafa de Cantillon Loerik, cerveja produzida uma única vez, em 1998. Ela foi leiloada em abril de 2014 por US$ 2.583.

2. Lúpulos têm um parente interessante

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Os lúpulos, que ajudam a preservar e dar amargor à cerveja, vêm da família de plantas Cannabaceae. Sim, a mesma da maconha.

3. O primeiro anúncio de cerveja foi feito em 4000 AC

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Sim, um comercial de cerveja 4 mil anos antes de Cristo. Quem garante é o antropólogo Alan Eames, que muita gente chama de “o Indiana Jones da cerveja”. Segundo ele, uma tábua de pedra da Mesopotâmia mostrava uma mulher de seios grandes segurando uma cerveja em cada mão com o slogan “Beba Elba, a cerveja com o coração de um lesão”.

4. Os primeiros cervejeiros foram mulheres

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Produzir cerveja era tarefa quase exclusiva de mulheres. A ocupação de cervejeiro era bastante respeitada na Mesopotâmia. Mais tarde, na Babilônia, cervejeiras também eram sacerdotisas.

5. IPAs levam o nome “Índia” por um motivo

5 coisas que você não sabia sobre a história da cerveja

Cervejeiros britânicos não conseguiam fazer com que suas bebidas chegassem inteiras após a longa viagem de navio até a Índia. Tudo estragava. A solução foi adicionar mais álcool e lúpulos, que ajudam a conservar a cerveja. O resultado foi o nascimento de um novo estilo, mais forte e amargo, chamado India Pale Ale. Ou, simplesmente, IPA.