MUNDO

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

Автор

O mundo inteiro conhece bastante as incríveis estações de metrô de Moscou. Elas são lindas e cheias de mistério*. Justamente por essa "concorrência", é fácil menosprezar as estações de trem da capital russa. Só que estas, quase todas construídas na virada dos séculos XIX e XX, têm sua beleza e ajudam a contar a história do país. Se você for até a Rússia, quem sabe para a Copa do Mundo da FIFA, vale a pena visitar as estações abaixo:

1. Leningradsky

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

A primeira estação de trem construída em Moscou se chamava Nikolayevsky, em homenagem ao Imperador Nicolau I. Na época, ela ligava a capital a São Petersburgo, cidade que também já se chamou Leningrado (de 1924 a 1991) - vem daí o nome. Enquanto isso, foi erguida uma estação igual em São Petersburgo chamada Moskovsky. Os trens começaram a realizar o trajeto em 1851.

2. Kievsky

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

O local foi escolhido para conectar Moscou a Bryansk, Voronezh and Kiev nos anos 1890, e o prédio atual foi concebido como monumento para marcar o 100º aniversário da vitória russa na guerra de 1812 contra Napoleão. As obras começaram quando a estação anterior, que durou menos de duas décadas, foi derrubada. Diz a lenda que os moscovitas odiavam a estação antiga e faziam piada do local.

O edifício de hoje, projetado por Ivan Rerberg, mistura elementos da época do Império Russo e do período neoclássico. A parte que mais chama atenção é o arco de vidro sobre a plataforma - um produto do famoso engenheiro Vladimir Shukov.

3. Yaroslavsky

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

O local já foi uma fábrica e depósito de armas. No entanto, o edifício pegou fogo durante a guerra de 1812, contra o exército de Napoleão. O primeiro prédio da estação Yaroslavsky foi erguido em 1862 e servia de ponto de partida para a viagem entre Moscou e Sergiev Posad. Em 1904, um novo edifício, inspirado na arquitetura medieval russa, substituiu o antigo. Ele foi desenhado pelo arquiteto Fyodor Shekhtel.

4. Kursky

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

Construída para conectar Moscou com Nizhni Novgorod, Kursk e Murom, a estação foi construída em 1896 e reconstruída em 1938. Só que em 1972 um grupo de jovens arquitetos foi encarregado de uma grande reforma, inspirada no Termini de Roma. Adicionaram uma fachada de vidro e “esconderam” o prédio histórico original. Um crime, né? Mas o prédio antigo vale a visita.

5. Belorussky

5 estações de trem de Moscou que são obras de arte

Também conhecida como a “janela para a Europa” porque é dela que saem trens com destino a cidades como Paris, Varsóvia, Praga e Berlim. Começou a funcionar em 1870 e, desde então, já mudou de nome muitas vezes. O atual dura desde 1936.

Em 1896, a estação recebeu um pavilhão imperial para a recepção do czar Nicolau II, que chegava a Moscou para sua coroação. Mais tarde, durante o período soviético, foi de lá que tropas saíram rumo à Segunda Guerra Mundial. Quem sobreviveu também voltou a Moscou por ela - e com muita festa, em 1945.

* - Não conhece os mistérios do metrô de Moscou? Então clique no link abaixo: