OUTROS

Cidade medieval na Bélgica inaugura primeiro ’cervejoduto’ do mundo

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro

Bruges é uma daquelas cidadezinhas antigas e maravilhosas, onde tudo é conservado, e as ruas são de pedra, estreitinhas. Lindo para os turistas que vão à Bélgica atrás de chocolates e boa cerveja, mas péssimo para quem precisa entrar ou sair de bares e restaurantes com um caminhão.

Cidade medieval na Bélgica inaugura primeiro ’cervejoduto’ do mundo

Só que uma cervejaria da cidade encontrou uma maneira de contornar o problema dos gigantes de 18 rodas entrando e saindo da cidade, correndo risco de danificar alguma estrutura histórica. A solução? Um cervejoduto! Sim, uma tubulação subterrânea como qualquer gasoduto ou oleoduto comum leva a cerveja fabricada no bar até o local onde ela é engarrafada.

Toda bebida é produzida dentro da própria cervejaria Halve Maan, na parte histórica de Bruges, mas engarrafada para exportação e veda fora da parte histórica da cidade. O “cervejoduto” tem cerca de três quilômetros de extensão e custou 4 milhões de euros.

Mas como uma cervejaria pequena conseguiu bancar essa obra? Simples: oferecendo cerveja grátis para o resto da vida! Mais de 500 pessoas contribuíram em um projeto de crowdfunding que oferecia recompensas proporcionais ao valor investido. Quem deu o valor mínimo vai receber um pack por ano, sempre no aniversário. Quem contribuiu com o valor máximo pedido pela cervejaria tem direito a uma garrafa por dia até o fim da vida.