OUTROS

Humanos optaram pela monogamia por causa das DSTs

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro

Saliência é bom e o povo gosta, mas, como já dizia a velha sabedoria popular, tudo o que é gostoso é ilegal, engorda ou mata. E nada poderia ser mais verdadeiro do que essa máxima. Pois nossos ancestrais resolveram ser monogâmicos justamente por causa disso. 

Explico: a descaração dos tempos idos, da nossa parentela mais distante, era ambiente propício para a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis mortais. Não havia ainda o conceito de família, tendo os primeiros humanos comportamento nada diferente dos animais e de outros primatas. Ninguém era de ninguém, se é que me entende.

Humanos optaram pela monogamia por causa das DSTs

Ao passo que as mulheres foram se apegando a certos parceiros, pelas características físicas deles que garantiriam a elas a proteção em ambiente tão adverso, os homens também foram restringindo seu raio de atuação (digamos assim) para evitar doenças venéreas. E imagina o que devia ser conviver com uma gonorreia nas cavernas? Já bastavam os chatos para povoar a vasta cabeleira púbica.

Muitas doenças venéreas também são capazes de contaminar os recém-nascidos pelo parto, enfraquecendo as rústicas organizações sociais da nossa parentada pré-histórica.

E assim nasceu o casamento. E Deus viu que era bom. E com isso veio a sogra, o sogro, a nora, o genro e o cunhado. Ah! os cunhados.... 

É o que diz um estudo de pesquisadores da Universidade de Waterloo, no Canadá. Não sobre os cunhados, mas sobre a poligamia! Os gringos criaram modelos computacionais para calcular a relação entre o tipo de relacionamento predominante, a incidência de DSTs (clamídia, gonorreia e sífilis) e a variação no tamanho da população ao longo de 30 mil anos.

Em mais de 2 mil simulações, eles viram que o surto desses tipos de doenças era muito maior nas comunidades poligâmicas. Ou seja: sem o advento da camisinha, a safadeza e a saliência espalhavam as perebas. E a consequência disso era a queda de natalidade e aumento da mortalidade. A tribo caminhava para a extinção.

Foi então que viram que era mais fácil colar em alguém mais "limpinho", em um tipo de acordo que se chamou de casamento. Mais ou menos na mesma época que também descobriram que, em se plantando, tudo dá. Homem e mulher montam uma choupana, resolvem cuidar da terra, resolvem delimitar o espaço com uma cerquinha branca e criar uns bacuris para a prosperidade. E, para garantir que os filhos também seguiriam a nova #tendência, era preciso punir e exilar os salientes. Por quê? #nãovaiterdoença #somostodosmonogâmicos

E assim nasceu o bacanal e, com o catolicismo, o carnaval.

Humanos optaram pela monogamia por causa das DSTs

É claro que, a partir disso tudo, muitas tribos também acharam mais fácil subjugar a mulher, controlando a poligamia em ambiente onde as doenças poderiam ser extintas. Assim, estabeleceu-se em alguma delas as regras de virgindade e do harém. Nessas, infelizmente, muitos homens também acabavam solteirões, porque o índice de natalidade de homens e mulheres é mais ou menos equilibrado. Nessas, só os mais fortes deixavam descendentes. E para garantir a diversidade do pool genético, era preciso consorciar-se com outras tribos, seja por meio da guerra e rapto, seja pela união amigável.

Humanos optaram pela monogamia por causa das DSTs

----------

Por Pilar Magnavita

#monogamia #poligamia #safadeza #DSTs #ciência #gente #sociedade #história