ENTRETENIMENTO

Mourinho virou goleiro e fez a festa da galera

Autor

O técnico-celebridade José Mourinho, português que atualmente comanda o Manchester United, dedicou seu sábado à partida de caridade pelas vítimas do incêndio na Torre Grenfell, que deixou pelo menos 80 mortos no mês de junho, em Londres. No espírito amistoso que o jogo pedia, Mourinho resolveu brincar e foi jogar de goleiro. Resumo da história? Roubou a cena e fez a festa do público.

Mourinho virou goleiro e fez a festa da galera

Faltando 25 minutos para o jogo acabar, o português entrou em campo e substituiu o goleiro David James, ex-seleção inglesa. E foi aí que a galera delirou. A começar pela ótima saída do gol quando seu time precisou defender um escanteio. Mesmo provocado e empurrado por adversários, Mourinho saiu bem do gol e deu um soco na bola, afastando o perigo.

Mourinho também divertiu a galera quando em vez de cobrar o tiro de meta, foi tirar selfies com os torcedores atrás do gol. O juizão aproveitou e deu um cartão amarelo. O treinador-celebridade-goleiro fez um pouco de tudo. Só não conseguiu manter seu time à frente no placar, mas nem dá para culpá-lo. A tabelinha entre Stan Collymore e Chris Edwards, da banda Kasabian, deixou Mourinho sem chances de fazer a defesa.

E o que aconteceu? Com o jogo empatado em 2 a 2, a decisão foi para a disputa de pênaltis. Mourinho até converteu um dos cinco chutes de sua equipe, mas não conseguiu fazer nenhuma defesa e seu time perdeu por 5 a 3. O técnico quase conseguiu impedir um dos gols, mas passou da bola e terminou de joelhos, soltando um belo palavrão - em português!

A disputa inteira está no vídeo abaixo. Confira!