ESPORTES

NBA Playgrounds: para quem tem saudade do velho NBA Jam

Alexandre Ribeiro
Autor
Alexandre Ribeiro

Quem tinha um console ou frequentava os velhos fliperamas na década de 1990 lembra bem de frases como “he’s on fire!’ ou “boomshakalaka!” Era NBA Jam, um game que pegou os astros do basquete americano da época e os colocou num formato dinâmico de 2-contra-2, num jogo rápido e cheio de ação. O fabricante, estúdio chamado chamada Midway, jogou pela janela o conceito de simulador, mexeu com a lei da gravidade e transformou o basquete num esporte de ação que fez um sucesso dos diabos.

NBA Playgrounds: para quem tem saudade do velho NBA Jam

Quase 25 anos depois, NBA Playgrounds reacende a chama de NBA Jam. Lançado para Nintendo Switch, PS2, Windows e Xbox One, o game não esconde que vai atrás do mesmo nicho de gamers - se é que ele ainda existe. E as semelhanças são muitas. Desde os saltos gigantes aos tocos liberados até às enterradas de fora da linha dos 3. Só faltava mesmo copiar o modo “on fire”, mas aí seria abuso. Mas confira os dois games abaixo e note as semelhanças.

NBA Jam - 1993

NBA Playgrounds - 2017

A grande diferença mesmo é que o tempo dos arcades ficou no passado. Enquanto NBA Jam foi pensado para os fliperamas e depois ganhou versões caseiras, NBA Playgrounds salta direto para os consoles. Além disso, conta com todo o poder de processamento dos dias atuais. Logo, os gráficos são melhores, há uma opção maior de jogadores (incluindo atuais e de outras gerações), e os cenários são mais variados.

Mas por que fazer um game assim quase 25 anos depois de NBA Jam? A melhor resposta talvez seja outra pergunta: por que não? No mercado de hoje, com poucos games oficiais - já que eles são caríssimos de fazer - não faria sentido alguém tentar bater de frente com a 2K Sports, que já faz o espetacular simulador NBA 2K. Logo, a saída para produzir um game licenciado era fazer um game diferente, mesmo que ele não seja tão diferente assim de um jogo antigo.

NBA Playgrounds: para quem tem saudade do velho NBA Jam

Será que vai dar certo? Difícil dizer antes de 9 de maio, quando NBA Playgrounds chega às lojas. De certeza mesmo, só dá para afirmar que trata-se de um game bem pensado e nem executado. Quem gostava de NBA Jam certamente vai se divertir com Playgrounds. Resta saber se a nova geração de gamers vai abraçar a causa.