OUTROS

O sexto sentido existe e acredite: está nos genes de muita gente

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro

Paladar, olfato, visão, audição, toque e… noção de um corpo no espaço? Sim, o ser humano tem esse sexto sentido, e não só num filme do Bruce Willis. Uma pesquisa publicada recentemente garante que ele está geneticamente fundamentado. 

O estudo foi liderado pelos doutores Carsten Bonnemann e Alexander Chester, do Instituto Nacional de Doenças Neurológicas e Derrames, localizado nos Estados Unidos. Eles acompanharam dois pacientes que sofriam de problemas neurológicos e identificaram uma mutação em um gene chamado PIEZO2 - um gene que muitas pessoas têm.

Os pesquisadores acreditam que a mutação do Piezo2 causa falta de sensibilidade em alguns dos sentidos humanos. Os pacientes ficam “cegos ao toque”, como eles dizem. Ou seja, não percebem quando alguém aperta seu braço e têm dificuldade para andar porque não sentem como outras pessoas o contato com o solo.

Ou seja, é esse gene chamado Piezo2 que seria o responsável por esse sexto sentido. Quando ele não funciona - como aconteceu com os dois pacientes testados - os neurônios não conseguem detectar nem toques nem o movimento do próprio corpo.