GAMES

Os 7 games mais assustadores de todos os tempos

Autor

O dia chegou: 31 de outubro, Halloween, aquela noite que a galera sai pelas ruas fantasiada, batendo de porta em porta pedindo doces e fazendo travessuras. Aqui no Brasil, o Dia das Bruxas virou mais festinha a fantasia mesmo, sem a tradição de aprontar na casa dos outros.

Os 7 games mais assustadores de todos os tempos

Mas se você não vai a festa nenhuma e está planejando passar a noite vendo no TV ou no videogame, essa listinha aqui é certeza de calafrios. Principalmente se a casa estiver em silêncio total. Vai encarar? Se você sobreviver aos trailers abaixo, já pode se considerar forte, viu?

1. Resident Evil HD 

O primeiro Resident Evil, lançado em 1996, já provocava pesadelos (literalmente!) nos gamers. A versão HD, lançada em 2002 e remasterizada (sim, também fazem isso com games) em 2015, deixa a coisa ainda mais sinistra e nervosa.

2. Silent Hill 2 

Talvez, levando tudo em consideração, seja o jogo mais assustador de todos. É perturbador porque aborda questões psicológicas do personagem principal, que encontra outras almas torturadas pelo caminho. Tem tragédia, abuso sexual e todo tipo de trauma. É forte.

3. Enemy Zero 

O game não fez tanto sucesso assim, mas a sensação de explorar uma nave vazia com apenas um sonar para detectar inimigos invisíveis era tensa demais. A trilha de suspense só aumenta o clima.

4. Outlast 

Aqui, o objetivo é investigar um manicômio abandonado que está cheio de mistérios e cadáveres. O que deixa o gamer tenso são as sequências de perseguições e os sustos que o jogo dá de tempos em tempos. Some isso tudo a um ponto de vista limitado a uma câmera de visão noturna, e a combinação é daquelas que não deixam o gamer dormir tranquilo depois de desligar o console.

5. Amnesia: The Dark Descent 

Tensão, pânico e ansiedade dão o tom aqui. A trilha e o ambiente são de deixar qualquer um com os nervos à flor da pele. Amnesia ainda tem o chamado “sanity system”, que impede o personagem de olhar direto para monstros desfigurados.

6. DayZ 

Jogo de mundo-aberto (ou “open-world”, como chamam os gringos) cheio de zumbis. Sim, quem disse que dava pra fazer uma lista dessa sem zumbis? Só que além dos sustos, o que o gamer precisa mesmo é prestar atenção no que os outros humanos vão fazer. É tenso.

7. Fatal Frame II: Crimson Butterfly 

FF2 faz o contrário dos jogos de terror. Em vez de fugir como um louco, aqui o gamer precisa encarar o medo e tirar fotos de cenas assustadoras.