SCIENCE & TECH

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro

Anfíbio é aquele veículo que anda na água e no mar. Não é qualquer empresa que consegue produzir um carro assim com sucesso. Por isso, além da técnica especializada, é necessária uma boa dose de criatividade. Logo, os anfíbios saem muito diferentes uns dos outros. A lista dos mais potentes deles deixa isso bastante claro.

1. Viking 

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Criado pela empresa russa Aton, tem pneus de baixa pressão, grande capacidade de manobra e boa distância para o solo.

2. Jet Capsule 

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Também chamado de Jet Taxi, transporta até 12 pessoas e tem um motor parecido com os usados em jet skis, só que mais potente. Faz serviço de táxi em várias cidades italianas.

3. Burlak 

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Mais um russo (eles são bons em veículos grande e pesados), o Burlak pesa quatro toneladas, tem 6,6 metros de comprimento e 2,9 de largura. De altura, são 3,2 metros. Esse peso pesado foi baseado no conceito do BTR-60, um blindado do velho exército soviético.

4. Panther 

É o veículo anfíbio mais rápido do mundo (pelo menos é o que dizem os comerciais). É uma mistura de Jeep e barco.

5. Sherp 

Olha outro russo por aqui. O Sherp foi projetado pelo russo Alexey Garagashyan e fez sucesso inclusive no programa Top Gear, da BBC. Em um dia, o vídeo de teste do Sherp foi visualizado mais de dois milhões de vezes.

6. Humdinga 

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Outro anfíbio de alta velocidade. Fabricado pela Gibbs Technology, da Grã-Bretanha, o Humdinga alcança até 48 km/h na água graças a um motos de 300 cavalos de potência.

7. Ônibus anfíbio 

Os 7 veículos anfíbios mais poderosos do planeta

Esse tem em toda parte do mundo. Muitas empresas compram esse tipo de ônibus para atender grupos de turistas. Normalmente, o passeio começa na terra, e o ônibus entra numa baía ou num lago em algum momento. São os chamados “duck tours”.