OUTROS

Pedra nos rins? Montanha russa resolve (palavra de médico)

Alexandre Ribeiro
Author
Alexandre Ribeiro
Pedra nos rins? Montanha russa resolve (palavra de médico)

A pedra nos rins - ou cálculo renal, clinicamente falando - está na lista das piores dores sofridas pelo ser humano. Até aquela pedrinha sair do aparelho urinário, a pessoa sofre, viu? E não importa o tipo de tratamento. Quer dizer, não importava. Agora, descobriram que montanha russa (sim, aquela coisa com carrinhos subindo e descendo em trilhos num parque de diversões) pode ser uma cura para o caso! 

O estudo, realizado na Big Thunder Mountain Railroad - num parque da Disney! - foi publicado há pouco no Jornal da Associação Osteopata Americana. Segundo os pesquisadores, a pessoa sentada na traseira do trenzinho da montanha russa expeliu a pedra em 63,89% dos casos. Entre as pessoas sentadas nas primeiras fileiras, a porcentagem foi de apenas 16,67%. 

A pesquisa foi feita assim: pesquisadores criaram uma réplica artificial de um rim e encheram ele com pedras nos rins de verdade. Uma pedra era considerada expelida dependendo de sua posição no rim de silicone ao fim da montanha russa. Depois de 200 “passeios” e testes com pedras de tamanhos e formatos diferentes, os pesquisadores descobriram que a montanha russa dá certo em casos de pedras pequenas. Se a pedrinha tiver 4mm ou mais, ela pode ficar retida, e aí a coisa complica. Já imaginou estar grávido de um porco-espinho? Dizem que é essa a sensação. 

Em todo caso, fica aí a dica. Se você tem uma pedra pequena nos rins e sentar nas últimas fileiras de uma montanha russa, suas chances são boas. No estudo, 23 de 36 pedrinhas foram expelidas. E aí, vai encarar?