ESPORTES

Ronaldo Fenômeno escalou seus 11 de todos os tempos e deixou fora o xará

Alexandre Ribeiro
Autor
Alexandre Ribeiro

Fora dos gramados, Ronaldo Fenômeno chegou a ser considerado "vira casaca". Sua opinião mudou de lado de acordo com algumas conveniências e, por isso, há quem o critique. Dentro das quatro linhas, porém, ninguém questionava a qualidade do atacante campeão do mundo em 1994 e 2002. Nisso, ele sabe do que fala. O que dizer, então, quando o craque escala os 11 melhores de todos os tempos?

Ronaldo Fenômeno escalou seus 11 de todos os tempos e deixou fora o xará

A pedido do canal Esporte Interativo, o Fenômeno escalou sua seleção assim: Buffon; Cafu, Cannavaro, Maldini e Roberto Carlos; Pirlo, Zidane, Messi e Maradona; Ronaldo e Pelé. Sim, Ronaldo Nazário, que não é bobo nem nada, se escalou ao lado de Pelé no ataque, com ambos recebendo bolas de Messi e Maradona.

A ausência mais polêmica? O xará do Real Madrid, claro: Cristiano Ronaldo. Mas onde escalar o craque português nesse timaço. No lugar de Messi? Discutível. Na vaga do próprio Fenômeno? Mais discutível ainda. E, convenhamos, você aí, leitor, iria para o banco se fosse o atacante brasileiro?

E aí, tá fraca a seleção do Ronaldo?

A post shared by Esporte Interativo (@esporteinterativo) on

Difícil questionar a quantidade de talento no time do Fenômeno. A força defensiva é que não é lá dos maiores no meio-de-campo. Mas quem tem tanto poder de fogo para fazer gols talvez não precise mesmo se preocupar tanto assim com a defesa. Além disso, uma zaga com Cannavaro e Maldini, além de Buffon no gol, não é de se desprezar, né?